SOMENTE HOJE: 20% OFF usando o cupom PROMO20 em todos os planos!

Dicas de Redação: o que escrever em cada parágrafo da redação do Enem?

dicas de redação

E aí, RedAluno! 😃 Está se preparando para o Enem e outros vestibulares e concursos? Um dos maiores desafios é elaborar uma redação dissertativa-argumentativa perfeita. Neste post, vamos te dar todas as dicas necessárias para você arrasar na redação. Vamos abordar como fazer uma boa redação, o que escrever em cada parágrafo e as melhores estratégias para garantir uma nota alta. Saber exatamente o que escrever em cada parágrafo é crucial para a clareza e coesão do texto.

Antes de tudo, confira esse vídeo da professora Chay, da Redação Online, que explica como utilizar essas dicas de redação na prática:

Primeiramente, para garantir uma redação bem estruturada e clara, é importante saber o que escrever em cada parágrafo, siga estas dicas de redação:

  • Introdução: apresente o tema de forma ampla, contextualize-o e insira a tese (ou as teses) que você defenderá.
  • Desenvolvimento 1: defenda a primeira tese com argumentos sólidos, exemplos e referências.
  • Desenvolvimento 2: aborde a segunda tese, utilizando argumentos e exemplos para sustentar seu ponto de vista.
  • Conclusão: retome o tema e as teses, propondo uma solução para o problema discutido.

Para fazer uma boa redação, siga esses passos: divida a redação em introdução, desenvolvimento e conclusão. Na introdução, apresente o tema e suas duas teses principais. No desenvolvimento, divida em dois parágrafos, cada um defendendo uma das teses. Na conclusão, retome o tema e as teses, oferecendo uma solução para o problema debatido.

  1. Introdução: apresente o tema e suas duas teses principais.
  2. Desenvolvimento: divida em dois parágrafos, cada um defendendo uma das teses.
  3. Conclusão: retome o tema e as teses, oferecendo uma solução para o problema debatido.

Nesse sentido, a redação dissertativa- argumentativa deve ser estruturada em quatro partes principais: introdução, desenvolvimento 1, desenvolvimento 2 e conclusão, ou seja, cada uma dessas partes tem uma função específica e contribui para a clareza e a coerência do texto.

contextualize o tema, apresente o problema e insira suas teses, já que esse parágrafo deve atrair a atenção do leitor e deixá-lo ciente do que será discutido.

defenda a primeira tese com argumentos e exemplos. Por isso, utilize dados, citações e referências que sustentem sua posição de maneira sólida.

aborde a segunda tese com mais argumentos e exemplos. Por isso, é importante que este parágrafo complemente o anterior, trazendo novas perspectivas sobre o tema.

retome o tema e as teses, propondo uma solução. Portanto, encerre de maneira clara e objetiva, reforçando a importância do tema discutido.

Para se destacar na redação, siga estas dicas:

  1. Modalidade formal: use a linguagem formal adequada. Evite gírias, abreviações e termos coloquiais.
  2. Coerência e coesão: garanta que suas ideias estejam bem conectadas. Aliás, utilize conectivos e elementos de transição para que o texto flua de maneira lógica.
  3. Repertório sociocultural: utilize referências de livros, filmes, séries, etc. Isso enriquece seu texto e demonstra seu conhecimento.
  4. Organização e estrutura: siga a estrutura básica de introdução, desenvolvimento e conclusão. Dessa forma, cada parágrafo deve ter uma função clara e específica.
  5. Revisão: Leia e revise seu texto para corrigir erros gramaticais e de pontuação. Afinal, um texto bem revisado transmite maior credibilidade.

Por outro lado, você pode iniciar sua redação de várias maneiras poderosas:

  1. Alusão histórica: use um contexto histórico relevante que dialogue com o tema.
  2. Citação: comece com uma citação famosa que tenha relação com o tema. Isso pode ajudar a fundamentar sua argumentação.
  3. Declaração Universal dos Direitos Humanos: relacione o tema com um direito humano fundamental, mostrando sua importância.
  4. Agenda 2030 da ONU: conecte o tema com um dos objetivos da Agenda 2030, destacando sua relevância global.
  5. Constituição Federal: use um artigo da Constituição que se relacione com o tema, demonstrando conhecimento legal.

Para iniciar sua redação, você pode usar referências como:

  1. Alusão histórica: contextualize o tema com um evento histórico significativo.
  2. Citação: use uma citação relevante para embasar sua argumentação.
  3. Constituição Federal: mencione um artigo pertinente que dialogue com o tema.
  4. Alusão cultural: referencie filmes, livros, séries, etc., que tenham relação com o tema.
  5. Agenda 2030 da ONU: conecte o tema com um dos objetivos, mostrando sua importância global.

A introdução deve ser clara e objetiva, dividida em três partes principais:

  1. Contextualização: introduza o tema de forma ampla, isto é, relacionando-o com a atualidade.
  2. Problematização: apresente o problema associado ao tema, destacando sua relevância.
  3. Tese: declare sua posição ou o que será defendido ao longo do texto, ou seja, indicando as duas teses principais.
“Na obra ‘Tal’ de Fulano de Tal, é retratada a história de [breve história relacionada ao tema]. Fora do universo literário, percebe-se um cenário semelhante ao do livro no Brasil, uma vez que uma considerável parcela da sociedade [apresente o tema problematizado]. Logo, entende-se que a [tese 1] e a [tese 2] motivam o problema.”

Para iniciar o desenvolvimento, utilize conectivos e introduza seus argumentos de forma clara:

  1. Diante desse cenário, é imprescindível analisar como [tese] contribui para [tema].
  2. Nessa lógica, verifica-se que [tese] desempenha um papel crucial em [tema].
  3. Nesse sentido, é importante observar que [tese] influencia diretamente [tema].
  4. Na lógica referente ao tema, percebe-se que [tese] está intrinsecamente ligado ao [tema].
  5. Diante disso, é fundamental reconhecer que [tese] afeta significativamente [tema].

Os três passos essenciais para uma redação são:

  1. Planejamento: organize suas ideias e defina seus argumentos antes de começar a escrever. Um bom planejamento ajuda a garantir que seu texto tenha uma estrutura clara e coerente.
  2. Escrita: desenvolva o texto seguindo a estrutura de introdução, desenvolvimento e conclusão. Certifique-se de que cada parágrafo cumpre sua função e que os argumentos são bem sustentados.
  3. Revisão: leia e revise seu texto para corrigir erros e melhorar a coesão, isto é, a revisão é crucial para eliminar erros gramaticais, ortográficos e de pontuação, além de aprimorar a clareza do texto.
Enem 2024: dicas de redação

Sem dúvida, para fazer uma boa redação, é importante estar bem informado. Leia jornais, revistas, livros e assista a documentários. Então, esteja atento às atualidades e aos debates sociais, bem como a leitura diversificada amplia seu repertório cultural e ajuda a desenvolver argumentos mais sólidos e embasados.

Para se sair bem na redação, pratique regularmente, revise suas redações anteriores, peça feedback de professores ou colegas e estude as competências avaliadas no Enem. Isso porque a prática constante melhora a fluidez e a clareza de suas ideias, além de aumentar sua confiança na escrita.

Enriqueça sua redação utilizando repertório sociocultural, como livros, filmes, séries e dados estatísticos. Relacione esses elementos com o tema discutido para tornar sua argumentação mais rica e fundamentada. Dessa forma, quanto mais referências relevantes você utilizar, mais robusto será seu texto.

Use palavras-chave que demonstrem conhecimento e clareza, como “imprescindível”, “notório”, “primordial”, “inegável”, “essencial”, uma vez que essas palavras ajudam a fortalecer sua argumentação e mostram um bom domínio da língua.

  1. Autoridade: cite especialistas e estudos para validar seus argumentos.
  2. Causa e consequência: mostre as relações entre eventos e seus impactos.
  3. Dados estatísticos: use números e pesquisas para embasar suas ideias.
  4. Exemplificação: dê exemplos concretos que ilustram seus pontos de vista.
  5. Comparação: compare situações diferentes para evidenciar suas argumentações.
  6. Analogia: use comparações figurativas para esclarecer conceitos complexos.
  7. Contra-argumentação: refute possíveis objeções que possam surgir contra sua tese, ou seja, demonstrando a superioridade dos seus argumentos.

Inicie frases com conectivos que indiquem continuidade e lógica, como “portanto”, “além disso”, “contudo”, “dessa forma”. Desse modo, esses conectivos ajudam a garantir a coesão do texto, ligando as ideias de maneira fluida e natural.

  • Adição: “Além disso”, “Ademais”, “Também”.
  • Contraste: “Porém”, “No entanto”, “Todavia”.
  • Conclusão: “Portanto”, “Assim”, “Dessa forma”.
  • Causa e consequência: “Porque”, “Visto que”, “Assim sendo”.

Afinal, para arrasar na redação, pratique frequentemente, estude temas variados, leia redações nota 1000 e peça feedback. Além disso, fique atento às competências avaliadas, use repertório sociocultural relevante e revise seu texto para eliminar erros.

Dicas para arrasar:

  1. Prática Constante: escreva redações semanalmente.
  2. Leitura Crítica: leia e analise redações de outros candidatos.
  3. Feedback: peça a professores ou colegas que leiam e critiquem suas redações.
  4. Atualidades: mantenha-se informado sobre temas atuais.
  5. Organização: planeje sua redação antes de começar a escrever.

Para ficar craque em redação, estude as competências avaliadas, pratique regularmente e revise suas redações. Além disso, leia bastante e esteja sempre atento às atualidades, pois isso amplia seu repertório cultural e melhora sua capacidade argumentativa.

Para gabaritar a redação, foque em cumprir todas as competências avaliadas, use repertório sociocultural relevante e revise seu texto. A prática constante e a leitura de redações nota 1000 também ajudam a entender o que é esperado pelos avaliadores.

A redação perfeita é aquela que apresenta uma argumentação clara e coerente, utiliza repertório sociocultural relevante, e é gramaticalmente correta. Para alcançar isso, é essencial praticar, revisar e buscar feedback constante.

Para iniciar a redação, comece com uma alusão cultural, citação, ou contexto histórico que introduza o tema de forma interessante. Certifique-se de que sua introdução desperta o interesse do leitor e estabelece claramente o tema a ser discutido.

  1. Alusão cultural: “No filme ‘Divertida Mente‘, da Pixar, somos apresentados às complexidades das emoções humanas…”
  2. Citação: “Como disse Paulo Freire, ‘Educação não transforma o mundo. Educação muda pessoas. Pessoas transformam o mundo.'”
  3. Contexto histórico: “Durante a Revolução Industrial, a urbanização trouxe consigo inúmeros desafios sociais e econômicos…”

Os três pilares de uma redação são:

  1. Coerência: as ideias devem estar bem conectadas, formando um texto lógico e fluente.
  2. Coesão: o texto deve fluir de maneira lógica, utilizando conectivos adequados para ligar os parágrafos e frases.
  3. Clareza: a argumentação deve ser clara e objetiva, facilitando a compreensão do leitor.

Por fim, agora que você sabe como estruturar cada parágrafo da sua redação e aprendeu diversas dicas de redação, está pronto para arrasar no Enem e outros concursos. Lembre-se de praticar regularmente, revisar suas redações e buscar sempre melhorar. Se deseja alcançar a nota máxima, não esqueça de acessar nossa plataforma de ensino e correção de redações. Boa sorte! 🚀

POSTS RELACIONADOS