logo redação online

A importância da participação política para o exercício da cidadania | Tema de Redação

participação popular na política

Política você sabe o que é. Mas, confesse: você participa da política? 

A realidade é que não tem como escapar: em todos os aspectos, percebemos a importância da participação política para o exercício da cidadania. E neste artigo organizamos para você todo tipo de informação – é um assunto com chance enorme de cair na prova de redação!

Então, sua redação desta semana será sobre o tema “A importância da participação política para o exercício da cidadania”. Dessa forma, use argumentos claros, e não se esqueça de sua proposta de intervenção. Você vai gostar dos textos que escolhemos para ajudá-lo!

TEXTO 1

O QUE VOCÊ TEM A VER COM A POLÍTICA?

A política está relacionada com aquilo que diz respeito ao bem público, à vida em comum, às regras, leis e normas de conduta dessa vida, nesse espaço, e, sobretudo, ao ato de decisão que afetará todas essas questões.

Em suma, a política foi criada para regular os conflitos sociais.

É importante você se informar e participar da política, pois ela é a condução da nossa própria existência coletiva, que será refletida na nossa experiência individual, ou seja, na nossa educação ou não, na nossa saúde ou não, na nossa oportunidade de acesso ou não.

Ou seja, não se trata de um mecanismo exclusivo de políticos e muito menos envolve apenas discursos, eleições e promessas falsas. Não é algo distante de nós; pelo contrário, faz-se presente em nossas vidas, por menor que seja o assunto abordado.

A política foi criada para que possamos debater, discutir e suscitar questões, sem que seja preciso a utilização da violência. Através dela, foram estabelecidas regras, leis e normas, bem como o estabelecimento de direitos e deveres para conduzir as nossas ações.

Adaptado de https://www.camaramedianeira.pr.gov.br/noticia/997/o-que-voce-tem-a-ver-com-a-politica#:~:text=%C3%89%20importante%20voc%C3%AA%20se%20informar,oportunidade%20de%20acesso%20ou%20n%C3%A3o

TEXTO 2

O Analfabeto político*

O pior analfabeto

É o analfabeto político,

Ele não ouve, não fala,

nem participa dos acontecimentos políticos.

Ele não sabe que o custo de vida,

o preço do feijão, do peixe, da farinha,

do aluguel, do sapato e do remédio

dependem das decisões políticas.

O analfabeto político

é tão burro que se orgulha

e estufa o peito dizendo

que odeia a política.

Não sabe o imbecil que,

da sua ignorância política

nasce a prostituta, o menor abandonado,

e o pior de todos os bandidos,

que é o político vigarista,

pilantra, corrupto e o lacaio

das empresas nacionais e multinacionais.

* poema de Bertold Brecht – poeta alemão, falecido em 1956, que com sua obra visava a esclarecer as questões sociais da época.

TEXTO 3

Falta conhecimento do eleitor sobre o sistema político, aponta DataSenado

Televisão (37%), redes sociais (24%) e páginas na internet (23%) são os principais meios de comunicação na busca de informações sobre política. Nas redes sociais, a maior procura é pelo Facebook (35%) e pelo Instagram (27%). Apenas 14% dos entrevistados dizem seguir algum senador nas redes sociais.

Entre os grupos focais, as redes sociais e os portais jornalísticos se sobressaem, especialmente entre os mais jovens, enquanto a TV atrai a faixa etária mais avançada.

“No entanto, o uso da TV como meio de informação divide opiniões no estudo qualitativo. A maior parte dos entrevistados avalia que a TV é tendenciosa e distorce as informações para atender interesses de determinados grupos econômicos e políticos. Ao contrário da internet, que permite ao cidadão buscar informações livremente, a TV é vista como manipuladora. Como consequência, gera uma falta de credibilidade em uma parcela dos entrevistados”, aponta o relatório do DataSenado.

Fonte: Agência Senado  https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2022/03/17/falta-conhecimento-do-eleitor-sobre-o-sistema-politico-aponta-datasenado  

 

TEXTO 4

28 formas de exercer a cidadania além do voto

  • Opinar em projetos de lei, consultas públicas e matérias legislativas através dos portais digitais oficiais do governo. Você pode acessar o e-cidadania do Senado Federal, e também o portal da Câmara dos deputados;
  • Participar em manifestações e protestos democráticos como forma de exercer sua liberdade de expressão e opinião sobre assuntos públicos e políticos;
  • Na escola ou universidade, participar da liderança estudantil: seja como representante ou líder de classe, engajar-se em diretórios acadêmicos ou grêmios estudantis, por exemplo;
  • Filiar-se a um partido político! Sim, independente da sua ideologia ou preferência partidária, ser parte de um partido significa opinar sobre as pessoas que vão ser candidatas em eleições, bem como participar dos debates sobre alianças partidárias e planos de governo do partido. Além disso, quem sabe se você depois não se interessa em lançar a sua candidatura como vereador ou vereadora em sua cidade? É possível!

(o Redação Online recomenda que você conheça as outras 23 formas no link original – vale a pena!)

Fonte: https://www.politize.com.br/cidadania-formas-de-exercer/ 

Repertórios socioculturais relacionados ao tema “A importância da participação política para o exercício da cidadania”

vídeo – num debate promovido pela Câmara dos Deputados, educadores e administradores públicos chegaram a estas conclusões sobre a participação dos jovens na política.

opinião – será que o brasileiro é antenado na política? Renato Meirelles, do Instituto Locomotiva, responde neste artigo

estatística neste artigo estão números sobre a participação política de jovens e mulheres, para incluir na redação.

vídeo veja o que o professor Cortella tem a dizer sobre a importância da participação política.

artigo neste post do nosso blog você encontra dados estatísticos perfeitos para uma redação sobre participação política.

livro – sugerimos que você leia o livro Juventude, Educação e Participação Política, de Alexandre A. de Albuquerque, com dicas de como fazer os jovens participarem mais da política. 

opinião – se você se sente desiludido com a política, este vídeo do professor Pondé é para você. 

artigo – Paulo Freire entendia tudo de participação política e cidadania – conheça a ideia dele aqui.

Então, algum texto acima o surpreendeu? Os vídeos são muito bons, não é? Dessa forma, como dissemos, a importância da participação política para o exercício da cidadania é um tema que tem tudo para cair na prova de redação!

QUERO ENVIAR MINHA REDAÇÃO

POSTS RELACIONADOS

Tudo sobre o fies 2024

A Lei nº 10.260, de 12 de julho de 2001, estabeleceu o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) com o propósito de oferecer financiamento a estudantes