logo redação online

Eleições de 2022: dados importantes para você usar na redação

lula e bolsonaro no debate da band

Se você não acompanhou os debates das eleições de 2022, não sabe quantos dados socioculturais perfeitos para pôr na redação foram divulgados! 

Mas não faz mal: continue lendo este artigo, porque reunimos as melhores informações para a sua redação!

Então, tivemos a ideia de separar os dados socioculturais por temas para facilitar. Dessa forma, leia agora o que preparamos.

A educação no Brasil

Quais dados você teria para sua redação sobre a situação da educação no Brasil?

Estes são atualizados:

  • De 2019 a 2021, o número de crianças de 6 a 7 anos que não sabem ler ou escrever é de 2,36 milhões. Isso significa metade das crianças brasileiras nessa faixa etária;
  • Nas escolas públicas de SP 61,6% dos estudantes do 5º ano não conseguem resolver um problema simples de subtração e 96% dos que estão no 3º ano do EM não sabem o básico em matemática;
  • Houve queda de 13,9% de ingressantes nos cursos presenciais devido à pandemia de covid-19, mas houve um aumento de 26,2% nos ingressantes da modalidade à distância; 

Fonte: https://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:ApUJAkx8YC4J:https://valor.globo.com/opiniao/coluna/o-proximo-presidente-e-a-educacao.ghtml&cd=1&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br 

  • As universidades públicas perderam 6,4% de alunos, em 2020, o que pode levar a uma falta de profissionais qualificados em breve.

fonte: https://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2022/06/02/numero-de-alunos-das-universidades-federais-caiu-64percent-em-2020.ghtml

Violência no Brasil 

Veja que dados importantes nesta lista, sobre a violência no Brasil:

  • Houve 45.503 homicídios no ano de 2019, uma queda de 22,1% em relação ao ano de 2018;
  • Ademais, houve uma queda ligeira, de  2,4%, no número de feminicídios em 2021 em relação ao ano anterior;
  • Além disso, 1.319 mulheres foram vítimas de estupro em 2021;
  • Houve um aumento de 3,7% de estupros contra mulheres, entre 2020 e 2021. Os números são estes: 56.098 estupros de mulheres em 2021.

Fonte: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-61358907 

  • Somado a isso, houve diminuição da gravidez na infância desde 2014, quando 28.245 meninas tiveram filhos. Dois anos depois, em 2016, foram 24.139 garotas. Em 2019, antes da pandemia, foram registrados 19,3 mil nascimentos de mães de até 14 anos.

Fonte: https://g1.globo.com/saude/noticia/2022/06/22/brasil-tem-mais-de-17-mil-maes-de-ate-14-anos-mostram-dados-do-sus.ghtml 

Emprego no Brasil

Sobre trabalho no Brasil, temos estes dados:

  • O desemprego caiu de 11,1% para 9,3% no ano de 2022;
  • Santa Catarina foi o estado com maior aumento em novas vagas ocupadas (87,4%), seguido por São Paulo (81,0%) e Paraná (80,9%);
  • Somado a isso, a taxa de desocupação de jovens de 18 a 24 anos  era 22,8% no 1º trimestre e foi para 19,3% no 2º trimestre de 2022;
  • O rendimento médio mensal recebido pelos trabalhadores nos meses de abril, maio e junho de 2022 foi estimado em R$ 2.652;
  • Além disso, um terço (34%) dos jovens brasileiros de 18 a 24 anos frequentam escolas ou faculdades. 
  • Três em cada dez jovens nessa faixa etária estão empregados, não frequentam escola nem curso superior;
  • 13% dos jovens não estão nem na escola nem empregados (geração nem-nem);
  • 23% dos jovens não estudam nem procuram emprego 

Fonte: https://www.terra.com.br/noticias/educacao/geracao-nem-nem-no-brasil-e-o-dobro-do-que-em-paises-ricos,900d8cf41b4f51c9c6d704b18d35b3ed89wfbrmc.html

Fome no Brasil

Veja só que dados para sua redação sobre esse problema da fome:

  • Mais da metade (58,7%) da população brasileira convive com algum tipo de insegurança alimentar em grau leve, moderado ou grave (de fome total). Em números absolutos, são 125,2 milhões de brasileiros nessas condições, aumento de 7,2% em relação a 2020, início da pandemia de Covid-19;
  • No Norte e Nordeste, os índices de insegurança alimentar chegam, respectivamente, a 71,6% e 68% – números expressivamente maiores do que a média nacional de 58,7%.
  • A fome fez parte do dia a dia de 25,7% das famílias na região Norte e de 21% no Nordeste. A média é de aproximadamente 15% no Sudeste e 10% no Sul;
  • 65% dos lares comandados por pessoas pretas e pardas convivem com restrição de alimentos em qualquer nível.

Fonte: https://www.cnnbrasil.com.br/nacional/agravada-pela-pandemia-fome-avanca-no-brasil-e-atinge-33-milhoes-de-pessoas-diz-estudo/

Desigualdade social

O tema de onde se originam tantos outros… Use estes dados:

  • A metade da população brasileira mais pobre só ganha 10% do total da renda nacional: 50% mais pobres ganham 29 vezes menos do que recebem os 10% mais ricos no Brasil;
  • Ademais, em 2021, os 50% mais pobres tinham só 0,4% da riqueza brasileira;
  • Os 10% mais ricos no Brasil possuem quase 80% do patrimônio privado do país. 
  • O 1% mais abastado da população possuía, em 2021, praticamente a metade (48,9%) da riqueza nacional. 

Fonte: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-59557761#:~:text=Os%2050%25%20mais%20pobres%20ganham,10%25%20mais%20ricos%20no%20Brasil

Saúde no Brasil

Leia agora os dados que colhemos para sua redação sobre saúde:

  • Além do mais, a média de consultas de saúde por habitante no Brasil é de apenas 2,8, conforme o relatório do Tribunal de Contas da União;
  • Houve 12,5% na taxa de sobrepeso entre os brasileiros, entre 2006 e 2016;
  • O consumo de álcool no Brasil disparou de 5,9%, em 2013, para 17,1% em 2019;
  • Ademais, o Brasil destina somente 4% do PIB para a saúde pública, responsável pela assistência de mais de 70% dos brasileiros;
  • A média per capita gasta com a saúde dos brasileiros é 30% inferior à global;
  • Somado a isso, 30% aguardam mais de um ano para receber atendimento;
  • Além disso, o Brasil perdeu 40 mil leitos entre 2008 e 2018, sendo 23 mil deles em entidades públicas; 
  • Enquanto a razão média nacional é de 2,27 médicos por mil habitantes, a região Norte apresenta taxa de 1,30, e a Sudeste, taxa de 3,15.

Fonte: https://telemedicinamorsch.com.br/blog/saude-publica-no-brasil 

Gostou da ideia que a equipe do Redação Online teve de reunir todos esses dados!? Então, seria muito bom agora se você enviasse sua redação para nossos corretores para saber como melhorar sua escrita!

QUERO ENVIAR MINHA REDAÇÃO

POSTS RELACIONADOS