logo redação online

Doação de órgãos: os desafios para ampliar a conscientização no Brasil contemporâneo | Tema de redação

Os desafios para ampliar a conscientização sobre a doação de órgãos no Brasil contemporâneo

O Brasil é o 2o maior transplantador de órgãos do mundo quando falamos sobre doação de órgãos! Um orgulho, não é mesmo!? Só está faltando resolver um desafio para chegarmos ao primeiro lugar: ter mais doadores de órgãos. 

O que leva os brasileiros a não doarem mais órgãos? Você descobrirá isso hoje! Afinal, esse tema “quente” figura entre os assuntos do Enem deste ano.


Você sabe que escrever uma redação semanalmente é o que todo aluno nota 1000 faz… não saia desta página antes de pegar papel e lápis! Escreva uma dissertação-argumentativa para o tema “Os desafios para ampliar a conscientização sobre a doação de órgãos no Brasil contemporâneo”. Tome cuidado com a coesão (competência 4!) e inclua proposta de intervenção (aqui estão ideias para os agentes).

Texto 1 sobre doação de órgãos

Setembro Verde reforça importância da doação de órgãos

Doar órgãos representa um ato de amor ao próximo e tem o potencial de salvar vidas. Surpreendentemente, muitas pessoas desconhecem que, no Brasil, milhares estão na fila de espera por um órgão, colocando todas as suas esperanças na generosidade de doadores.

Ademais, o Ministério da Saúde destaca o Brasil como um líder em transplantes, ocupando a posição de segundo maior transplantador do mundo em termos de números absolutos. No entanto, vale ressaltar a necessidade de aumentar a conscientização sobre a importância da doação de órgãos. Isso poderia expandir significativamente o número de pessoas beneficiadas, transformando mais vidas por meio deste ato de solidariedade.

(…)

Quais órgãos podem ser doados?

Além disso, você pode doar quase todos os órgãos do corpo, embora alguns sejam doáveis apenas após a morte do doador. Os órgãos que se qualificam para transplante incluem:

  • coração;
  • fígado;
  • pâncreas;
  • pulmões;
  • rins;
  • córneas;
  • vasos sanguíneos;
  • ossos;
  • cartilagens;
  • tendões;
  • pele;
  • estômago;
  • intestino.

Após serem retirados, os órgãos devem ser rapidamente levados ao seu receptor. Denomina-se de tempo de isquemia o prazo de retirada de um órgão e o transplante deste para outra pessoa. Por isso, veja a seguir o tempo de isquemia aceitável de alguns órgãos de acordo com o Ministério da Saúde.

Coração: 4 horas.

Pulmão: de 4 a 6 horas.

Rim: 48 horas.

Fígado: 12 horas.

Pâncreas: 12 horas.
fonte: rede primavera – setembro verde reforça importância da doação de órgãos

Texto 2

doação de órgãos

fonte:  g1 globo – 65 mil pessoas aguardam na fila para transplante no brasil

Texto 3

França declara todos os seus cidadãos doadores de órgãos

Primeiramente, desde o dia 1º de janeiro de 2016, o governo francês passou a considerar todos os cidadãos como doadores de órgãos, a menos que optem por registrar sua recusa em um registro oficial. Essa medida veio em resposta ao elevado número de mortes na fila de transplantes registrado em 2015, levando o governo a tomar tal decisão.

Nesse sentido, a Agência de Biomedicina do país organizou propagandas em massa na TV para informar a população sobre as novas regras de doação durante um mês inteiro. Todavia, só em 2015, cerca de 553 pacientes morreram na fila de transplantes, segundo o jornal francês L’express.

Espanha e Bélgica são os outros países da Europa que adotam o mesmo modelo de doação de órgãos, ocupando o 1º e 3º lugar, respectivamente, no ranking do Registro Internacional de Doação e Transplante de Órgãos, em 2015.

Para ser um doador, a pessoa deve preencher um registro na internet ou deixar uma declaração escrita e assinada por parentes antes da morte. Portanto, a vontade da família de não doar os órgãos só será respeitada caso ela apresente alguma prova de que o morto recusava ter os órgãos doados.
fonte: razões para acreditar – frança declara todos os seus cidadãos doadores de órgaos

Repertórios socioculturais relacionados ao tema “Os desafios para ampliar a conscientização sobre a doação de órgãos no Brasil contemporâneo”

informativo –

Nesse sentido, é importante que você leia este artigo do Governo Federal, com sugestões para conversar sobre doação de órgãos com a família.

vídeo – sem dúvida, não poderíamos deixar de fora a polêmica criada pelo caso do Faustão: será que houve favorecimento dele ou a fila de transplantes foi respeitada? aproveite como repertório, porque um médico é o entrevistado.

estatística –

por outro lado, não deixe de ver todos estes gráficos sobre como vai a doação de órgãos no Brasil, inclusive para cada tipo de órgão – a fonte é garantida: o Governo Federal!

artigo –

ademais, será que idosos ou pessoas que já tenham tido alguma doença não podem ser doadores? será que é preciso deixar escrito o interesse de ser doador de órgãos? afinal, veja aqui os mitos e as verdades sobre doação de órgãos!

filme – em seguida, em Tudo sobre minha mãe”, é um filme de 1999, em que uma enfermeira, que atua numa equipe de transplantes de órgãos em Madri, vê seu filho morrer tragicamente, e autoriza o transplante do coração dele.

vídeo – além disso, outro relato de quem recebeu a chance de viver graças à doação de um órgão, desta vez de um rim (exemplos deixam sua redação rica!).

livro – Conforme Raul Azambuja a saga que encarou na necessidade de transplantar os dois pulmões, e como foi quando conseguiu um doador – leia Qualquer coisa é só chamar.  

depoimento –outrossim, e este caso de sucesso é o da doação de medula óssea, que pode ser feita entre vivos – ou seja, aproveite para citar o TMO, associação beneficente que apoia o transplante de medula óssea.
vídeo – ademais, conheça a jovem que teve a mesma doença cardíaca do Faustão – hoje ela tem uma vida normal (e até ganhou competição esportiva!), depois de receber um coração novo.

Por fim, quais desafios para ampliar a conscientização sobre a doação de órgãos no Brasil contemporâneo você pretende mostrar em sua redação?
Está aí tudo que você precisa – fatos, números e repertório variado. Mas a gente não fica só na organização de temas para a prova do Enem: temos um serviço de correção de primeira linha – já conhece?

POSTS RELACIONADOS

Tudo sobre o fies 2024

A Lei nº 10.260, de 12 de julho de 2001, estabeleceu o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) com o propósito de oferecer financiamento a estudantes