logo redação online

Desafios na implementação da igualdade salarial entre homens e mulheres no Brasil | Tema de redação

Desafios na implementação da igualdade salarial entre homens e mulheres no Brasil

Como você explicaria isso? A lei exige que os salários de homens e mulheres sejam iguais, mas ainda não são em 100% dos casos… 

Se você tem uma resposta, ponha na sua redação Enem. Se não tem, veja abaixo que material precioso para você saber o que escrever na redação!

Então vamos lá: escreva uma dissertação argumentativa sobre o tema “Desafios na implementação da igualdade salarial entre homens e mulheres no Brasil”. É preciso incluir bons argumentos e uma proposta de intervenção completa. 

Mas não se preocupe: tudo que você precisa está aqui – role mais um pouco a tela!

Texto 1

Desigualdade salarial entre homens e mulheres evidencia discriminação de gênero no mercado de trabalho

(…) o rendimento das mulheres representa, em média, 77,7% do rendimento dos homens (R$ 1.985 frente a R$ 2.555), conforme a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad) de 2019. Entre os principais grupos ocupacionais, a menor proporção é observada em cargos de direção e gerência: os salários delas equivalem a 61,9% dos salários deles – o salário médio das mulheres é R$ 4.666, e o dos homens é R$ 7.542. Em seguida estão profissionais das ciências e intelectuais, grupo em que as mulheres recebem 63,6% do rendimento dos homens.

“Se um homem e uma mulher exercem as mesmas funções, no mesmo local e com o mesmo grau de perfeição técnica e, no entanto, um deles é mais bem remunerado, estamos diante de um desvirtuamento inexplicável”, afirma a ministra do TST Liana Chaib. “Como justificar, aos olhos de todos, o privilégio desmerecido ou a diminuição infundada? Não se pode marchar para o futuro sem soltar as amarras do passado”.

O desemprego também as afeta mais. A taxa de desocupação entre as mulheres é de 14,1%, enquanto a dos homens é 9,6%.

Em outra frente, são elas que dedicam mais tempo a trabalhos domésticos, num total de 21,4 horas semanais, enquanto os homens destinam 11 horas por semana para essas atividades. Com isso, as mulheres ficam mais sujeitas a trabalhos informais, mais precários ou a contratos intermitentes ou a tempo parcial.

fonte: tst jus br

Texto 2

fonte: extra globo

Texto 3

Entenda o que muda com a nova lei da igualdade salarial entre mulheres e homens

Transparência

  • As empresas deverão estabelecer mecanismos de transparência salarial e remuneratória próprios;
  • Empresas com 100 ou mais empregados deverão publicar relatórios de transparência salarial semestralmente. O objetivo é que estes documentos permitam comparar, de maneira objetiva, a remuneração entre homens e mulheres;
  • Os relatórios deverão apontar, ainda, a proporção de ocupação de cargos de direção, gerência e chefia preenchidos por homens e mulheres, assim como dados sobre outras possíveis desigualdades decorrentes de raça, etnia, nacionalidade e idade.

Promoção da igualdade

  • Caso a discriminação seja identificada em uma empresa, ela deverá apresentar e implementar plano de ação para mitigá-la, com metas e prazos a serem cumpridos. Representantes das entidades sindicais e dos empregados devem participar deste processo;
  • É obrigação das empresas implementar e promover programas de diversidade e inclusão no ambiente de trabalho. Estas medidas devem incluir a capacitação de gestores, lideranças e empregados e aferição de resultados;
  • As empresas também são obrigadas a fomentar a formação e a capacitação de mulheres para que entrem, continuem e evoluam no mercado de trabalho em condições de igualdade aos homens.

fonte: g1 globo

Texto 4

A importância da igualdade salarial

A equiparação salarial, garantindo que homens e mulheres recebam uma remuneração idêntica por trabalho de igual valor, é uma medida importante para a sociedade. Um estudo do Banco Mundial, publicado em 2018, aponta que a redução das disparidades salariais entre os gêneros pode impulsionar a economia dos países em 3,3 pontos percentuais.

Estudos têm demonstrado que promover a igualdade de gênero, incluindo a salarial, torna economias mais fortes e resilientes, com maior produtividade, inovação e crescimento.

Em 2021, globalmente, as mulheres ganhavam 37% menos que os homens nas mesmas posições, de acordo com o Relatório Global de Desigualdades de Gênero do Fórum Econômico Mundial.

Na edição de 2022, o levantamento do Fórum contou apenas cinco países, em uma lista de 146, com uma nota maior do que 0,8 para o critério que avalia a igualdade salarial para trabalhos iguais: Albânia (0,845), Burundi (0,840), Argélia (0,812), Islândia (0,812) e Singapura (0,805).

A escala vai até 1 e nenhum país ainda alcança a pontuação máxima. A nota do Brasil foi 0,559 e o país ficou na 117ª posição da lista de 146 nações.
fonte: rh pra voce

Repertórios socioculturais relacionados ao tema “Desafios na implementação da igualdade salarial entre homens e mulheres no Brasil”

filme – “Estrelas Além do Tempo” é de 2016 é um filme que conta as histórias de três funcionárias da NASA, enfrentando discriminação no trabalho.

estatística – mais números importantes, desta vez com um pouco de otimismo nesse panorama, descubra quais são.

artigo –  a UEL revela aqui que há também os fatores de etnia dentro do fator homem x mulher (super completo!) 

reportagem – entenda por que as mulheres em várias cidades dos EUA estão ganhando mais que os homens – ótimas ideias para sua proposta de intervenção!

literatura – Quarto de despejo é de Carolina Maria de Jesus, que trabalhou incansavelmente em atividades desvalorizadas socialmente, para sustentar os filhos.

estudo – outro estudo da UEL mostrando qual a participação das mulheres e dos homens em cada setor da economia.

artigo – entenda o que acontece com as empresas que desobedecem a Lei da Igualdade Salarial.

filme –  “Suprema”, de 2018, conta a vida de Ruth Bader Ginsburg, segunda mulher a servir como juíza associada da Suprema Corte dos Estados Unidos.

estudo –  encontramos este estudo da área jurídica pela UFMA: está repleto de filósofos e ideias feministas que explicariam a diferença de salários entre homens e mulheres.

reportagem – seria bom você incluir em sua redação uma comparação entre as profissões com maior diferença salarial entre os gêneros (valoriza sua argumentação); veja lista comparativa nesta matéria.
artigo – por esta você não esperava: conheça as profissões em que as mulheres ganham mais que os homens – tire conclusões para enriquecer sua redação!

Deu para decidir como resolver os desafios na implementação da igualdade salarial entre homens e mulheres no Brasil? Ficamos felizes em preparar você com mais um tema “quente” para o Enem! 

E se você é novo por aqui, está convidado para entender o que é uma redação bem corrigida!

POSTS RELACIONADOS

Tudo sobre o fies 2024

A Lei nº 10.260, de 12 de julho de 2001, estabeleceu o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) com o propósito de oferecer financiamento a estudantes