O momento da redação em avaliações como ENEM, vestibulares e concursos é sempre um elemento que provoca tensão, não é mesmo? Da estrutura ao tema, há diversos aspectos que devemos considerar para alcançarmos aquela nota desejada.

Mas o que acontece se, ao lermos o tema proposto, percebemos que não sabemos nada sobre o assunto? Para tentar te ajudar, vão aí algumas dicas práticas.

Esteja atento às atualidades

As redações de grandes testes, frequentemente, trazem assuntos que estão em voga. Por isso, assistir a telejornais, ler revistas e consultar sites de notícias são atitudes que te ajudam a estar por dentro dos assuntos mais comentados do momento. Inclusive, sites de notícias trazem em sua página inicial um bom apanhado de tudo de mais importante que está acontecendo no mundo, só cuide da veracidade e da integridade de tais sites. Tome cuidado com as fake news!

Os temas são pensados para você

Ao formular a prova, as organizadoras têm em mente qual é o público que realizará a avaliação, por isso, dificilmente é selecionado um conteúdo extremamente específico. Sendo assim, procure pesquisar quais temáticas estão vinculadas ao universo da faixa etária da maioria dos candidatos daquele teste. Em caso de concursos públicos, analise quais são os assuntos relevantes para aquela função de trabalho.

Procure estudar temas mais amplos

Tenha em mente que as produções textuais desses tipos de provas são pensadas para que o candidato consiga expor seu ponto de vista sobre algo a partir de um processo de argumentação coerente. Por isso, não há apenas uma “resposta certa”, o que permite ao redator escolher qual caminho seguirá em seu texto. Portanto, é essencial que você se preocupe em ter uma visão geral sobre o assunto, uma vez que ela te servirá como base para desenvolver seus argumentos específicos. Por exemplo, ao invés de estudar sobre a falta de qualidade das merendas oferecidas no Brasil, pesquise sobre a condição atual da educação brasileira, pois se o tema for a qualidade das merendas ou a queda do nível de leitura dos alunos, você terá um ponto de partida para construir sua argumentação.

Desmembre o tema proposto

A frase que traz o tema da redação costuma ser mais longa, com várias informações fundamentais dentro dela. Quebre a frase em partes para compreender o assunto em profundidade e conseguir separar o essencial do acessório. Sua redação deve ser sempre centrada no tema essencial, primário, e não nas observações secundárias.

Selecione o campo geral do assunto

Os temas de redação são uma espécie de fatia de um assunto geral, mais amplo, por isso, leia a temática proposta com atenção e tente vincular a que campo de estudo ela pertence: Ao campo da saúde? Da educação? Da violência? Da mobilidade urbana? Da publicidade? Da tecnologia? Da acessibilidade? Da religião?

Observe os textos motivadores

Ainda que você realmente não saiba nada sobre o tema, os textos motivadores estão lá para te fornecer algumas informações básicas sobre o assunto. Ao lê-los, identifique as seguintes referências: Qual o assunto principal de cada um deles? Eles tratam de uma situação global ou específica de algum país, estado ou cidade? Qual a data do texto? Qual a posição do autor frente ao assunto? Há dados estatísticos no texto? Se sim, o que se pode concluir a partir de tais dados estatísticos? De qual fonte os textos foram retirados? Todas essas respostas serão fundamentais para que você compreenda o assunto, mesmo sem conhecê-lo previamente.

Analise o gênero textual dos textos motivadores

Qual gênero (ou quais gêneros) foi (foram) escolhido (s) enquanto textos motivadores? Notícias? Infográficos? Narração? HQs? Após identificar o tipo de texto, pense: Por que esse (s) gênero (s) foi (foram) o (s) selecionado (s)? Como esse tipo de texto ajuda na compreensão do assunto?

Note as citações dos textos motivadores

Algum teórico ou pensador foi citado ao longo dos textos motivadores? Se sim, algo que acontece com extrema frequência, reconheça qual a opinião principal do teórico frente ao assunto e como a pessoa está relacionada ao tema. Caso você conheça algo sobre o teórico ou pensador, tente questionar: por que essa pessoa foi a escolhida como referência desse assunto?

Reconheça pontos a favor e contra

Os textos de base normalmente trazem visões opostas: uma a favor e outra contra o problema central contido no tema da redação. Ao fazer a leitura, reconheça qual é o principal ponto a favor e qual é o principal ponto contra. Após, analise quais deles mais te convenceu e por quê. Usando essa técnica, você consegue ter mais clareza sobre sua visão pessoal a respeito da temática.

Perceba o nível vocabular dos textos

Há algum traço de extrema formalidade ou informalidade nos textos de apoio? Por que você acha que foi feita essa opção? O que a formalidade ou a informalidade tem a ver com o tema?

Identifique o problema central contido no tema e nos textos

Após realizar uma leitura atenta do tema e dos textos motivadores e ter levantado todas as informações fundamentais, considere: Qual é o problema central relacionado a esse assunto? A identificação do problema principal pode te auxiliar a construir sua introdução.

Questione o problema central

Depois de encontrar qual é o problema central, reflita: Por que isso é um problema? Quais são as origens do problema? Por que esse problema ainda não foi resolvido? Quais malefícios o problema traz para a sociedade? As respostas encontradas no processo de reflexão podem compor seu desenvolvimento.

Encontre soluções

Pense: Como esse problema poderia ser resolvido? Como a escola, a população e o Estado podem ajudar na solução da questão (uma vez que boas conclusões sempre trazem ações nessas três esferas)? Acrescente as soluções encontradas na conclusão.

Consulte sua memória

Isso mesmo! Questione-se: o que esse tema me traz à memória? No que ele me faz pensar? É muito possível que você se lembre de um referencial histórico sobre o assunto, de um acontecimento de grande importância, de um livro, de uma música. Caso esteja plenamente certo sobre sua lembrança, incluí-la no texto pode ser uma boa alternativa.

Leia a proposta de redação no início da prova

Ao pegar a prova em mãos, leia de imediato a proposta de redação e reserve não mais de cinco minutos para pensar sobre ela. Após, responda as outras questões e perceba se não há no enunciado delas algum dado ou informação que possa ser relevante para a redação. Acredite, isso acontece com certa frequência.

 

No mais, ter uma rotina de escrita e de leitura nos meses que antecedem os testes é um recurso que te ajudará muito no desenvolvimento de qualquer tema, afinal sua mente já terá absorvido todo o processo de construção de uma boa produção textual. Não conte apenas com a sorte, conte com o conhecimento também.

E aí, gostou da dica de hoje? Não se esqueça de compartilhar com seus amigos!

Ah, siga-nos no INSTAGRAM: @redacaonline

QUERO APRENDER REDAÇÃO!

Comentários do Facebook