Tipos de engenharia: qual curso escolher?

por | jul 27, 2022

Início » Profissões » Tipos de engenharia: qual curso escolher?

Você conhece os principais tipos de Engenharia do Brasil? Já sabe qual irá escolher para a graduação? Continue conosco e veja suas particularidades.

Se você está pensando em cursar uma graduação, o que não faltam são opções. Das exatas às humanas, do tecnólogo ao bacharel, existe uma enorme variedade de cursos superiores no Brasil.

No meio de tantas possibilidades, uma grande área se destaca pela valorização dos profissionais e pela quantidade de cursos. Nesse sentido, nos vem uma pergunta: quais são os tipos de Engenharia disponíveis nas universidade?

A evolução desta área é tanta, que hoje já passamos de 40 tipos de engenharia, que contam com as mais tradicionais e algumas bem modernas. Não tem como: quanto mais o mundo e o mercado se modifica, mais cursos deverão ser criados para acompanhar essas novas demandas.

Para te ajudar a escolher o tipo de engenharia certo pra você, confira a seguir a definição das principais, além de informações como grade curricular, mercado de trabalho, média de salário e mais.

 

O que as Engenharias têm em comum?

 

Em seu conceito, a engenharia é o uso de conhecimentos para o desenvolvimento e manutenção de algo. Dentro disso, cada uma delas se encaixará com sua área de intervenção. Se pensarmos na Engenharia Agrícola, por exemplo, estaremos diante de processos que aperfeiçoam a produção agropecuária.

Diferente do Direito, em que  um curso abre possibilidades para diversas atuações em áreas distintas, cada Engenharia tem sua graduação específica. É preciso se formar numa das especializações para poder trabalhar com ela, mesmo que todas possuam algumas semelhanças.

Além de todas terem esse mesmo conceito ligado à produção e desenvolvimento, a principal semelhança está no ciclo básico destes cursos. Em 5 anos de curso (para a grande maioria), os dois primeiros serão dedicados a algumas matérias, independente de qual seja o tipo de engenharia. Algumas destas disciplinas são:

Agora que você já sabe do que há em comum nos cursos, vamos conhecer mais de suas particularidades? A seguir, apresentaremos os principais tipos de engenharia para você cursar.

 

Engenharia Civil

 

A Engenharia Civil é o curso mais famoso dentre eles, contando com cerca de 25% dos formandos desta área. Essa graduação trata de diversos procedimentos ligados à construção de casas, edifícios, túneis, pontes, estruturas, etc.

Com um escopo de atuação muito grande, o engenheiro civil pode optar por trabalhar em diversas possibilidades. Veja algumas delas:

  • Cálculo estrutural;
  • Construção civil;
  • Estradas e transporte;
  • Geotecnia;
  • Indústrias de concreto e pré-moldados;
  • Materiais de Construção;
  • Saneamento.

 

Qual a grade curricular da Engenharia Civil?

 

Com muitas opções de atuação, não teria como a grade deste curso não contar com uma variação muito grande de disciplinas. Além do ciclo básico, algumas das matérias mais importantes são:

  • Mecânica dos Fluidos; 
  • Rodovias;
  • Hidráulica;
  • Mecânica dos Solos;
  • Teoria das Estruturas;
  • Fundações; e
  • Infraestrutura de Transportes.

 

E como anda o mercado para Engenharia Civil?

 

Mesmo com as dificuldades que a economia enfrenta por causa do covid-19, a Engenharia Civil ainda apresenta boas oportunidades. Por mais que tenha muitos profissionais, as vagas continuam aparecendo.

Outro ponto forte está na possibilidade de atuar em diversas áreas, mas, para isso, é interessante se especializar para apresentar um currículo mais atrativo. De acordo com a Glassdoor, o salário médio de um engenheiro civil é de R$ 6.000,00.

 

Engenharia de Produção

 

Voltada para a indústria, a Engenharia de Produção trabalha com o aperfeiçoamento dos processos produtivos. Seu escopo pode ir mais longe, chegando até mesmo no setor de serviços e no comércio.

 

O que se estuda na Engenharia de Produção?

 

Com uma atuação que vai bem além das exatas, aqui você também verá matérias ligadas à gestão, comunicação e contabilidade. Veja algumas delas:

  • Contabilidade Gerencial;
  • Controle de Qualidade;
  • Economia da Engenharia;
  • Engenharia de Métodos e Layout;
  • Gestão de Projetos; e
  • Tecnologia Industrial Básica.

Como o mercado de trabalho da Engenharia de Produção está?

 

Sendo uma das que mais empregam na atualidade, a Engenharia de Produção tende a continuar crescendo. Afinal, com a competitividade, as indústrias precisam aperfeiçoar seus processos para se destacar nos negócios.

Com uma formação generalista e bem técnica, esse profissional poderá se encaixar facilmente em diversas tarefas. O salário médio para o engenheiro de produção é de R$ 7.191,00, de acordo com a Glassdoor.

Engenharia Elétrica

 

Já indicado em seu nome, esse ramo mexe com estudos e utilização da eletricidade, eletromagnetismo e eletrônica. Como tem uma atuação necessária em praticamente todos os espaços, a Engenharia Elétrica trabalha de forma conjunta com outras, atuando na construção civil e na automação, por exemplo.

 

Como é a grade curricular da Engenharia Elétrica?

 

Sua grade conta com matérias bem específicas do curso, dando uma formação técnica e completa para o estudante. Veja algumas das disciplinas:

  • Circuitos Elétricos;
  • Conversão de Energia;
  • Eletrônica Analógica;
  • Manutenção Industrial; e
  • Transmissão e Recepção de Sinais.

Como anda o mercado de trabalho?

 

As oportunidades nesta área são boas, tendo como tendências algumas atuações específicas. Veja quais são:

  • setor público, com um planejamento de aumentar a capacidade energética do país;
  • na saúde, principalmente na construção de equipamentos médicos; e
  • telecomunicação, ainda mais com o atual momento da internet.

A remuneração é um verdadeiro atrativo, sendo, em média, de acordo com a Glassdoor, R$8.858,00.

Engenharia Química

 

Encarregada de transformar matérias primas em produtos, a Engenharia Química é fundamental para o país. Ela lida com muito estudo e procedimentos que possibilitam a modificação química e física dos materiais, se inserindo em tudo que usamos.

Quais as disciplinas do curso?

 

Tem uma grade ampla para possibilitar a compreensão de todo o processo produtivo. Veja algumas disciplinas:

  • Bioquímica;
  • Estática dos Corpos Rígidos;
  • Materiais de Corrosão; e
  • Química Inorgânica.

Como é o mercado para o engenheiro químico?

 

Com uma formação bem completa, as oportunidades são bem variadas. O engenheiro químico pode trabalhar em toda a cadeia produtiva, indo da obtenção da matéria prima até a confecção do produto final.

Dentro da Engenharia Química, uma tendência atual é sobre a obtenção de material respeitando e protegendo o meio ambiente. A remuneração média é outro atrativo, sendo, de acordo com a Glassdoor de R$ 7.542,00.

Quer passar em alguma dessas engenharias? Saiba que você vai precisar passar pela prova de redação e tirar uma nota satisfatória, pois os cursos de engenharia costumam ser bem concorridos! Então, comece agora a estudar com o Redação Online: corrigimos detalhadamente suas redações para Enem e vestibulares específicos em até 3 dias úteis! Escolha o seu plano!

 

Dara Zimermann

Bacharela em Cinema e Mestra em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Criadora de conteúdos para a área da Educação desde 2018. Atualmente, é Coordenadora de Marketing do Redação Online.

Assine um plano do Redação Online
Como fazer uma Redação do zero
Guia da Redação ENEM: tudo o que você precisa saber
Como tirar nota mil na Redação ENEM