Efeitos da polarização política no Brasil | Tema de redação

por | abr 7, 2022

Início » Exemplos de Redação » Efeitos da polarização política no Brasil | Tema de redação

 

A polarização política no Brasil é um tema que temos escutado com frequência nos debates sobre política e na mídia, principalmente a partir das eleições de 2018. De maneira resumida, o termo “polarização”, na política, se refere quando há dois posicionamentos políticos opostos e extremos.

Leia os textos motivadores a seguir e, com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija um texto dissertativo-argumentativo sobre o tema “Efeitos da polarização política no Brasil”.

Após ler a proposta, confira  uma lista de repertórios socioculturais que preparamos sobre o tema!

 

TEXTO 1

 

O que é polarização e por que é prejudicial à democracia?

 

Na política, o significado estrito de polarização é simplesmente a divisão de uma sociedade em dois polos a respeito de um determinado tema. Porém, essa palavra tem sido usada de um modo mais negativo: polarização é como chamamos a disputa entre dois grupos que se fecham em suas convicções e não estão dispostos ao diálogo. […]

Para entender melhor as consequências da polarização, é útil analisar como ela afeta as sociedades e seus indivíduos.

No nível individual, a ciência já descobriu que, em muitos casos, uma opinião formada sobre determinado assunto importa mais do que os fatos relacionados a ele. Isto é, evidências têm pouco poder para mudar a visão de mundo de uma pessoa. Isso acontece por meio do “raciocínio motivado”. O termo se refere ao modo como tendemos a dar mais valor a fatos e informações que reforçam nossas opiniões e menos valor àqueles que as contrariam.

Um ambiente polarizado, sem tolerância e respeito a opiniões discordantes, reforça esse comportamento. O ambiente é criado pela propensão a sermos fiéis a grupos e, por sua vez, reforça essa propensão, como num ciclo. Nesse sentido, é possível entender porque fake news se espalham com facilidade: elas se aproveitam da nossa vontade de acreditar em notícias que corroboram nossas ideias, independentemente da sua veracidade. […]

Além da busca pela verdade factual, o excesso de polarização afeta também a busca por soluções para problemas da sociedade. Um debate polarizado impede as análises profundas e cheias de nuances que questões complexas, como as do mundo em que vivemos, exigem. […]

Por fim, como demonstram os autores do já citado “Como as democracias morrem”, a polarização, em último caso, leva à erosão das instituições e das práticas que compõem o sistema democrático, além de abrir espaço para lideranças iliberais. […]

 

A polarização tem seu lado bom?

 

Apesar de todas as opiniões a respeito dos efeitos deletérios da polarização, há quem a considere positiva – ou que, pelo menos, tenha aspectos benéficos. Nelson Ferreira Marques Júnior, doutor em história política do Brasil, defendeu essa posição em artigo publicado no jornal Folha de S. Paulo.

Segundo ele, a divisão da sociedade em dois polos distintos faz parte do desenvolvimento da democracia e não pode ser considerada um mal em si. A disputa política seria a única forma de construir conhecimento e encontrar soluções para problemas comuns. A polarização passa a ser negativa quando é “contaminada pelo ódio e pelos discursos generalistas nutridos apenas pelo senso comum”. Ou seja, enquanto ela está dentro dos “parâmetros democráticos”, não deve ser condenada.

Fonte: Luiz Andreassa. O que é polarização e por que é prejudicial à democracia? Politize!, 2020. Disponível em: https://www.politize.com.br/o-que-e-polarizacao/. Acesso: 6 abr. 2022.

 

TEXTO 2

 

Polarização Política no Brasil

A cada dez brasileiros, oito (79%) percebem a sociedade muito dividida a respeito de assuntos políticos e sete (73%) acreditam que pessoas com opiniões diferentes não conseguem ter um diálogo construtivo – sendo que mais da metade (51%) admite desistir de conversar sobre política em algumas situações. A polarização, no entanto, vem de uma “minoria barulhenta”, já que somente cerca de um terço da população (31%) se identifica fortemente com um dos “lados” e defende com intensidade suas ideias. Esses são alguns dos dados levantados pela pesquisa Polarização Política no Brasil, realizada pelo Instituto Locomotiva em parceria com o projeto Despolarize e a Fundação Tide Setubal.

Pouco mais da metade dos brasileiros (55%) avalia que conversar sobre política com uma pessoa que tem opiniões diferentes pode ser interessante, ainda que a maior parte (62%) acredite que, ao final, haverá ainda mais diferenças de opiniões do que anteriormente. A maioria (51%) acaba desistindo de manter um diálogo quando há discordâncias sobre políticos ou opiniões políticas e 38% dizem nunca expor suas opiniões – chegando a 52% entre os que declaram não se identificar com qualquer dos “lados” da disputa política.

A pesquisa mostra ainda que pessoas nos extremos ideológicos são as que mais atribuem importância à política e consideram o tema mais relevante para a sua identidade, estejam elas à esquerda (55%) ou à direita (49%). Da mesma maneira, integrantes desses grupos são os que mais participam do debate político (28% à esquerda e 34% à direita). São esses também aqueles com visões mais negativas e estereotipadas sobre quem pensa diferente. Para os integrantes da esquerda, os de direita são mais autoritários (68%), não sabem dialogar (64%), são mais desinformados (56%) e mais desonestos (55%), enquanto, para a direita, indivíduos de esquerda também não sabem dialogar (59%), são mais preguiçosos (56%), menos inteligentes (55%) e mais autoritários (53%).

Fonte: Polarização política no Brasil. Despolarize, 2022. Disponível: https://despolarize.org.br/despolarize-divulga-pesquisa-polarizacao-politica-no-brasil/. Acesso em: 6 abr. 2022.

 

TEXTO 3

 

Dois homens dialogam: "Absurdo as reformas trabalhistas e a da previdência! Sou contra!" "O pessoal da esquerda também é contra!" "Ah, é? Então, agora eu sou a favor!" Charge de Duke.

Fonte: Duke. Charge publicada em Dom Total. 29 abr. 2017. Disponível em: https://domtotal.com/charge/1869/2017/04/a-polarizacao-no-brasil/. Acesso em: 6 abr. 2022.

 

Repertórios para o tema “Efeitos da polarização política no Brasil”

 

Agora que você já leu os textos motivadores, é hora de selecionar os repertórios socioculturais para fundamentar a sua redação. Conseguiu pensar em algum? Não? Então, não se preocupe!

A seguir, listamos alguns repertórios que podem te ajudar a entender melhor sobre o tema “Efeitos da polarização política no Brasil”. Confira!

 

Documentário | Democracia em Vertigem (2020)

 

O documentário da cineasta Petra Costa acompanha o processo de impeachment da ex-presidenta do Brasil, Dilma Rousseff, em 2016 e os reflexos da polarização política no Brasil. O documentário está disponível na Netflix. Assista ao trailer:

 

https://www.youtube.com/watch?v=vwZ5m10y1rQ

 

Pesquisa | Polarização política no cenário da pandemia

 

Uma pesquisa, realizada em 2020, por um grupo de pesquisadores de universidades brasileiras, entre eles Pedro Mundim – professor da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Federal de Goiás –, investigou como a polarização política no Brasil influenciou a falta de informação e conhecimento sobre a Covid-19.

Confira o resultado da pesquisa aqui.

 

Conceito | Pós-verdade

 

Há quem relacione o aumento da polarização política com o termo pós-verdade. Eleita a palavra do ano de 2016,  pelo Dicionário Oxford, a pós-verdade foi a expressão mais usada no contexto das eleições presidenciais nos EUA – uma época em que as fake news se intensificaram.

Segundo o dicionário, a pós-verdade é um termo “relacionado a ou que indica circunstâncias em que fatos objetivos são menos influentes na formação da opinião pública do que apelos à emoção e à crença pessoal”. Ou seja, se refere a um tempo em que a verdade já não é mais relevante.

Entenda mais sobre a pós-verdade aqui.

 

Documentário | Encantado, o Brasil em Desencanto (2018)

 

Outro documentário que retrata os últimos anos do cenário político no Brasil é “Encantado, o Brasil em Desencanto”, dirigido por Filipe Galvon. Produzido na França, o documentário aborda desde a eleição de Lula em 2002 até a eleição presidencial, que elegeu Jair Bolsonaro, em 2018. 

Disponível no Prime Video.

 

Vídeo | “D” de Despolitização

 

A socióloga, economista e professora Sabrina Fernandes explica, neste vídeo, o conceito de despolitização, politização, pós-política e ultrapolítica. Esses conceitos podem ajudar você a refletir sobre o cenário atual e escrever a sua redação sobre polarização política. Confira:

 

https://www.youtube.com/watch?v=2ijFKpa0TZ8

 

 

Agora, queremos saber o seu ponto de vista sobre o tema. Escreva a sua redação sobre “Efeitos da polarização política no Brasil ” e envie em nossa plataforma que nós corrigimos em até 3 dias úteis!

 

Marina Dias

Bacharela em Letras Língua Portuguesa e Literaturas pela UFSC, revisora de textos e redatora.

Assine um plano do Redação Online
Como fazer uma Redação do zero
Guia da Redação ENEM: tudo o que você precisa saber
Como tirar nota mil na Redação ENEM