logo redação online

Medidas para incentivo ao aleitamento materno no Brasil | Tema de Redação

mulher amamentando bebê

Curioso como amamentar em público dá tanta discussão, né? Não deveria… Pois se você pensa que é só pelo tabu da exposição do corpo da mãe, leia este artigo e vai saber de outros motivos. Assim, eles exigem medidas para incentivo ao aleitamento materno no Brasil. 

Então, temos hoje um material de primeira, abaixo. Nele estão 

  • o que diz a lei;
  • as vantagens para o bebê e a mãe que amamenta;
  • por que a sociedade resiste em aceitar o aleitamento em público;
  • casos absurdos que as mães enfrentam quando amamentam seus bebês.

Em seguida, queremos que escreva uma dissertação argumentativa sobre o tema “Medidas para incentivo ao aleitamento materno no Brasil”. Então, o que você acha do caso? Quais propostas de intervenção sugere? Dessa forma, agora é com você!

TEXTO 1

Senado aprova multa para quem impedir amamentação em local público

O Senado aprovou, em regime de urgência, projeto para penalizar, com multa, a violação do direito à amamentação. O texto (PLS 514/2015) assegura o direito das mães de amamentar em local público ou privado sem sofrer qualquer impedimento. A matéria faz parte da pauta prioritária da bancada feminina na defesa dos direitos das mulheres e segue agora para a Câmara dos Deputados.

Dessa forma, a proposta da ex-senadora Vanessa Grazziotin estabelece que, mesmo havendo espaço reservado para amamentação nos estabelecimentos, cabe somente às mães decidirem se querem ou não utilizar o local. A pena para quem proibir a amamentação é de multa com valor não inferior a dois salários mínimos.

(…)

Para comprovar que o preconceito continua presente na sociedade, os senadores Rose de Freitas (Pode-ES) e Weverton (PDT-MA) relataram exemplos ocorridos com eles. Weverton disse que, recentemente, sua esposa teve que enfrentar olhares de censura quando amamentava em locais públicos.

Fonte: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2019/03/12/senado-aprova-penalizacao-para-quem-impedir-amamentacao-em-local-publico 

 

TEXTO 2

Condição de trabalho interfere na duração de aleitamento materno

Uma pesquisa publicada hoje (5) revela que mães em ocupações manuais semiespecializadas (manicures, sapateiras, padeiras, auxiliares de laboratórios, feirantes, entre outros) e com jornadas de trabalho de 8 ou mais horas diárias deixam com mais frequência de alimentar seus filhos exclusivamente com o leite materno durante os quatro ou seis meses após o parto. A pesquisa, publicada na Revista Cadernos de Saúde Pública, recolheu dados de 5.166 mães de nascidos vivos em 2010 na capital do estado do Maranhão, São Luís.

De acordo com os dados da pesquisa, entre as mulheres que não têm nenhum tipo de trabalho remunerado (que, em tese, têm melhores condições para manter o aleitamento materno exclusivo), 46% mantiveram o leite materno como único alimento de seus bebês até o quarto mês de vida.

Entretanto, já entre as mães que estão em ocupações manuais semiespecializadas o percentual caiu para 34%, mesmo índice das mães com jornadas de trabalho de 8 ou mais horas diárias.

O estudo também mostrou que as mães com ocupações em funções de escritório, que trabalhavam 4-5 dias ou 6-7 dias/semana e por 5-7 horas também praticaram menos o aleitamento materno exclusivo até o sexto mês.

Fonte: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-brasil/2022/08/06/condicao-de-trabalho-interfere-na-duracao-de-aleitamento-materno.htm 

TEXTO 3

Amamentação em público: por que homens e mulheres se incomodam tanto?

A musicista Yara Villão foi proibida de continuar amamentando a filha recém-nascida, que estava internada por ser prematura, para que seus seios não ficassem expostos durante o horário de visitas na UTI. O hospital acabou se retratando, mas, infelizmente, este não foi o único caso de mulheres sendo constrangidas no momento em que alimentavam seus bebês. (…)

Mãe de uma menina de poucos meses, Fernanda Gimenes Cruz Pacheco avalia que as pessoas se incomodam bastante com o ato de amamentar em público. “Teve uma vez que estava em um shopping com a bebê e meu filho mais velho. Sentei em um cantinho para alimentá-la e joguei a fralda para tampar seu rosto, até porque a maioria acha um absurdo não fazer isso. Uma senhora parou ao meu lado falando que o lugar de amamentar não era ali, mas no fraldário, que era minúsculo”.

Fonte: https://www.uol.com.br/universa/noticias/redacao/2017/03/07/maes-ainda-sao-julgadas-ao-amamentar-em-publico-por-que-isso-ainda-e-tabu.htm 

TEXTO 4

Gota a gota: A História da Amamentação no Brasil

(…) quando os portugueses chegaram no Brasil em 1500, depararam-se com indígenas que também mantinham o hábito do aleitamento materno. Entre os nossos povos originários, porém, amamentar era uma prática que durava até mais de dois anos em alguns casos, período que assustou os europeus, acostumados com a amamentação de seus filhos por um tempo maior.

(…)

A primeira metade do século XX no Brasil é marcada por uma série de transformações sociais e econômicas, um período no qual se verificam fenômenos como a migração de famílias do campo à cidade em busca de melhores condições de vida, a industrialização e a entrada da mulher no mercado de trabalho. Acompanhando essas mudanças, em especial a possibilidade das mulheres trabalharem, verifica-se o distanciamento de mães e filhos ainda no período de lactação.

Fonte: https://www.sescsp.org.br/historia-amamentacao/

Repertórios socioculturais relacionados ao tema “Medidas para incentivo ao aleitamento materno no Brasil”

Depoimentos – são vários casos relatados neste artigo interessante, por mães que não sabiam dos desafios para amamentar seus bebês.

Filme – De Peito Aberto é um documentário que mostra como a amamentação é um ato político! 

Notícia – e é uma ótima notícia: aleitamento materno pode reduzir chances de câncer de mama! leia!

Informativo – como amamentar sem afetar o trabalho? saiba como neste artigo.

Vídeo – aleitamento materno é cidadania, como você vai ver neste vídeo da TV Educativa 

Livro e-book gratuito do Ministério da Saúde com absolutamente tudo sobre aleitamento materno!

Notícia – já ouviu falar de “mamaço”? veja do que se trata.

Leu tudo? Leve a sério: medidas para incentivo ao aleitamento materno no Brasil tem tudo para cair na redação Enem! E não esqueça de mandar a redação pra gente corrigir!

QUERO ENVIAR MINHA REDAÇÃO

POSTS RELACIONADOS