E aí, pessoal, tudo certo?

Conseguiram dar uma descansada depois do Enem?

Como o ano ainda não terminou, e temos ainda algum trabalho pela frente, decidimos trazer, hoje, dicas para ajudar você a trazer mais fundamentação para os seus textos.

Então, que tal aprendermos a utilizar alusões literárias?

Mais importante do que saber a alusão, é saber QUANDO utilizá-la. Não adianta fazer uma citação legalzona que não tem nada a ver com o tema ou com o assunto do seu texto, né?

Então, vamos lá?

A pedra de Drummond

Quem nunca pensou em utilizar esta alusão em seu texto?

“No meio do caminho tinha uma pedra/
tinha uma pedra no meio do caminho”.

Esta citação, amigos, não é pra qualquer tema, como muita gente costuma fazer. As pedras mencionadas nesta poesia podem ser classificadas como obstáculos ou problemas que as pessoas encontram na vida, descrita neste caso como um “caminho”. Essas pedras podem impedir a pessoa de seguir o seu percurso, ou seja, os problemas podem impedir de avançar na vida. Assim, utilize esta alusão quando o tema se referir a algum problema difícil de solucionar.

Machado de Assis

Há muitas opções em relação a este autor, já que ele escreveu muitas obras valiosas. Aqui, deixe de lado a alusão do defunto autor, pois ela é genérica demais para a maioria dos temas. Que tal falar de Dom Casmurro? Pode ser feita alusão quanto à narrativa do livro em si, que só apresenta a visão de uma pessoa (o narrador Bentinho), o que gera a falta de voz da personagem Capitu (que é mulher).

Resultado de imagem para gif capitu

George Orwell

Tal alusão pode ser utilizada em qualquer tema que envolva problemas de liberdade de expressão, censura e ditaduras, por exemplo (obra: 1984).

Os sofrimentos do jovem Werther (Johann Wolfgang Goethe)

Quem já leu esta obra sabe que ela se trata de um romance epistolar, no qual Werther conta a história de seu amor impossível pela bela Charlotte, prometida em casamento para outro. De temperamento sensível e artístico, ele não consegue esquecê-la e, no final, acaba se suicidando com um tiro de pistola na cabeça. A alusão vale, então, para temas como suicídio, sofrimento, tristeza e dor de amor.

Madame Bovary (Flaubert)

O romance apresenta uma sociedade provinciana e moralista. Emma Bovary é uma mulher insatisfeita com a vida que leva e com a falta de paixão. A alusão pode ser feita quando o tema permitir que a argumentação fale sobre vida idealizada, perfeita, como fuga da vida real, ou seja, quando se puder falar sobre alienação.

Chegamos na metade das nossas dicas. Já cansou? Espero que não, hein?!

Aqui vai um gif legalzinho pra você descansar a cabecinha:

Homem invisível, de Ralph Ellison

Excelente obra para tratar sobre racismo e também sobre as diferentes formas de preconceito em geral. A história fala de um jovem negro que vai morar no Harlem, em NY, e passar por diversas experiências nas quais se sente invisível, tanto para brancos racistas quanto para negros radicais.

A hora da Estrela, de Clarice Lispector

Tem como não amar este livro e a personagem Macabea? Duvido muito. O narrador conta a história de Macabea, jovem nordestina. Na obra, o autor fala bastante sobre sonhos, manias e os conflitos internos dela. Macabea era solitária e tinha hábitos que aliviavam um pouco esta solidão e o vazio da sua existência.

Porém, Macabea não tem um profundo autoconhecimento, e é por isso que a história é interessante, pois ela sente coisas profundas, as quais não consegue explicar. Esta alusão pode ser utilizada em temas que falem sobre autoconhecimento, sobre a solidão no século XXI e sobre crise existencial, por exemplo.

Extraordinário, de R.J. Palacio

O livro fala sobre um garoto que nasceu com uma síndrome genética que lhe ocasionou uma sequela facial. A alusão pode ser inserida em temas que envolvam combate ao preconceito, valorização da aparência física e aceitação do diferente.

Eu Sou Malala

A obra fala bastante sobre o direito à educação feminina e sobre obstáculos à valorização da mulher. Pode ser utilizada em temas que envolvam a luta pelo direito à educação e também quando se tratar de desigualdade de gênero.

Jogos Vorazes

Quem já leu a trilogia deve ter se apaixonado pela Katniss (interpretada nos cinemas por Jennifer Lawrence). Os livros falam sobre Panem, um país dividido em Distritos. A cada ano, cada distrito precisa enviar 2 jovens (um menino e uma menina) para os Jogos Vorazes, como forma de punição por uma rebelião ocorrida anos antes. A alusão a esta obra pode ser utilizada em temas que envolvam opressão de grupos minoritários, fome, pobreza, efeitos da guerra.

hunger games katniss GIF

Pode até ter parecido fácil escolher estas 10 alusões, mas a verdade é que há muitaaaas outras possibilidades, várias obras geniais que podem ser inseridas nos textos. Basta, apenas, sempre ter cuidado para contextualizar bem a alusão.

enem 2020

Assinar agora


Leia também:

3 recursos argumentativos que podem ser úteis na redação do Enem

Conjunto de citações por tema

Como sair do senso comum na redação do Enem?

Como eu posso acertar nas competências da Redação do Enem?

Comentários do Facebook