Síndrome de Burnout: o que é? Como evitar?

por | dez 21, 2021

Início » Dicas de Estudo » Síndrome de Burnout: o que é? Como evitar?

Ainda que tenha uma relação mais íntima com o trabalho, a Síndrome de Burnout, condição que ficou muito conhecida nos últimos anos, também pode estar relacionada aos estudos — especialmente de vestibulandos e concurseiros, conhecidos por terem rotinas extensas e cansativas para atingirem seus objetivos.

Por outro lado, mesmo que o assunto esteja mais popular do que nunca, muitos não sabem exatamente o que a Síndrome de Burnout é. Muitos podem até mesmo apresentar alguns dos seus sintomas sem nem imaginar que estão sendo acometidos pelo problema.

E, quando consideramos que as consequências da síndrome podem ser consideravelmente graves, fica clara a importância de saber mais a seu respeito — incluindo maneiras eficazes de evitá-la. Foi pensando nisso que o Redação Online preparou este texto.

Na sequência, nós contamos tudo que você precisa saber a respeito da Síndrome de Burnout: o que é, sintomas, o que pode causar e como evitar.

Continue a leitura e saiba como garantir que este não seja um problema na sua vida!

O que é a Síndrome de Burnout?

Também conhecida como síndrome do desgaste profissional, a Síndrome de Burnout é caracterizada por um esgotamento físico, mental e/ou profissional — normalmente causado pelo acúmulo de estresse no trabalho ou nos estudos.

É especialmente comum em pessoas que lidam com muita responsabilidade e pressão em suas rotinas, como são os casos de médicos, enfermeiros, professores, policiais, jornalistas e até mesmo profissionais que atuam em mais de uma jornada de trabalho.

Quando consideramos o tanto de pressão sofrida por estudantes em relação à aprovação no vestibular, faz total sentido que a Síndrome de Burnout também seja comum entre essas pessoas. E é por isso que você aprenderá a identificá-la.

Quais são seus principais sintomas? E o que ela pode causar?

Como citamos, o esgotamento físico, mental e/ou profissional é o grande sinal da Síndrome de Burnout. No entanto, é preciso reiterar que este estado vem acompanhado de alguns sintomas, sendo os principais:

  • Cansaço constante e excessivo;
  • Dificuldade de concentração;
  • Dores de cabeça;
  • Falta de vontade;
  • Sensação de negatividade;
  • Alterações de humor repentinas;
  • Falta de energia;
  • Sentimento de incompetência;
  • Entre outros.

Além do fato de que os sintomas podem prejudicar a rotina de quem sofre com a síndrome, ela também pode ter consequências ainda mais graves. Para se ter uma ideia, pessoas que têm Burnout sofrem um risco maior de desenvolver diabetes, pressão alta, dores musculares e até mesmo depressão — o que reforça a importância de evitá-la.

Afinal, como evitar a Síndrome de Burnout?

Mas como tal problema pode ser evitado? Existem algumas ações simples que podem ser implementadas no dia a dia de trabalhadores e estudantes para amenizar a rotina puxada e evitar que um problema como este venha a acontecer.

Uma delas é definir objetivos pequenos e realistas, seja no trabalho ou nos estudos. Isso faz com que haja uma sensação de que as coisas estão acontecendo sem que se crie uma frustração ocasionada por não conseguir alcançar metas irreais.

Além disso, fazer atividades que fujam da rotina também é uma ótima ideia, visto que o excesso de horas trabalhando ou estudando é uma das causas da síndrome.

Por fim, uma última recomendação para diminuir as chances de desenvolver o Burnout é fazer pelo menos 30 minutos de exercícios diários, pois eles ajudam a produzir neurotransmissores que aumentam a sensação de bem-estar.

E você, já sabia dessas informações a respeito da Síndrome de Burnout? O que achou do texto? Caso tenha gostado e queira continuar recebendo conteúdos relevantes para vestibulandos e concurseiros, é só seguir o Redação Online no Facebook e no Instagram!

Assine um plano do Redação Online
Como fazer uma Redação do zero
Guia da Redação ENEM: tudo o que você precisa saber
Como tirar nota mil na Redação ENEM