logo redação online

Educação alimentar e seus desafios na contemporaneidade brasileira | Tema de redação

Educação alimentar e seus desafios na contemporaneidade brasileira

Salgadinhos, bolacha recheada e refrigerantes não são alimentos, e ainda fazem mal como todo mundo sabe. No entanto, estão até substituindo as refeições das crianças e dos jovens brasileiros! Felizmente, as escolas começaram a cuidar disso – e você também deveria entrar na onda da educação alimentar!

O tema para sua redação desta semana toca em um problema social (você vai ver o impacto da má alimentação na sociedade!). E problema social lembra redação do Enem. Então, escreva uma redação dissertativa argumentativa sobre o tema “Educação alimentar e seus desafios na contemporaneidade brasileira”.

Planeje bem o texto e inclua propostas de intervenção. Tudo que você precisa está nos textos abaixo e ali deixamos repertórios ótimos também. Vamos lá?

TEXTO 1

Dicas para uma Alimentação Saudável

  • Dê preferência aos alimentos livres de agrotóxicos e transgênicos;
  • Procure conhecer a origem dos produtos alimentares;
  • Dê preferência a alimentos integrais, ricos em fibras;
  • Dê preferência a sucos naturais;
  • Faça ao menos 3 refeições e 2 lanches por dia;
  • Consuma 5 porções de frutas, legumes e verduras de diferentes cores, todos os dias;
  • Procure incluir proteínas, animal ou vegetal, pelo menos uma vez ao dia, ou seja, quatro vezes por semana;
  • Reduza o açúcar refinado na alimentação e evite refrigerantes e guloseimas em geral;
  • Reduza o sal;
  • Reduza o consumo de gorduras animais e frituras;
  • Procure mastigar bem os alimentos para uma boa digestão;
  • Beba de 6 a 8 copos de água por dia. Dê preferência ao consumo de água nos intervalos das refeições;
  • Pratique pelo menos 30 minutos de atividade física por dia;
  • Arroz e feijão é uma combinação perfeita, devendo ser consumido com maior frequência;
  • E, por fim, aprecie sua refeição, evite se alimentar na frente da televisão, prefira a companhia de sua família.

fonte: ceasa pr (adaptado)

TEXTO 2

Educação alimentar e nutricional: Um estudo de caso em escola municipal de educação infantil de Balsas-MA

O  crescente  aumento  do  sedentarismo  da  maioria  da  população  e  consumo  excessivo  de  alimentos  gordurosos,  contribui  para  a  obesidade  (Serra  et  al.,  2018)  e  doenças  cardiovasculares  (Oliveira et al., 2015). Devido a alta ocorrência de doenças crônicas não transmissíveis, desse modo tornando-se necessário políticas públicas e ações voltadas para a reeducação alimentar em todas as faixas etárias, principalmente nas primeiras fases da vida (Santos & Ribas, 2018).

É importante sensibilizar as crianças em relação a importância da alimentação correta e seus benefícios à qualidade de vida a fim de evitar problemas de saúde (Zompero, 2015). Então, este fato, exige mudanças precoces comportamentais e de hábitos alimentares (Silva & Barrato, 2015). A escola é o ponto chave, sendo um dos ambientes mais adequados para o tema ser abordado e trabalhado (Dias et  al.,  2015),  pois  no  ambiente  escolar,  a  educação  alimentar  agrega  várias  ações  e  abordagens  pedagógicas  (Triches,  2015)  com  o  intuito  de  dialogar  e  possibilitar  a  reflexão  dos  elementos  alusivos à alimentação saudável (Prado et al., 2016)

fonte: brazilian journals (adaptado)

TEXTO 3

80% das crianças brasileiras consomem alimentos ultraprocessados com frequência

De acordo com um estudo inédito coordenado por pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) mostra que 80% das crianças brasileiras de até 5 anos costumam consumir alimentos ultraprocessados, como biscoitos, farinha e refrigerantes.

(…)

Além disso, o estudo mostra que apenas 22,2% das crianças brasileiras de 6 a 23 meses são alimentadas preferencialmente com vegetais e frutas, em detrimento de produtos industrializados.

À CNN, o cardiologista e coordenador da UTI da Beneficência Portuguesa, André Gasparoto, explicou o motivo desses alimentos serem nocivos à saúde das crianças.

Conforme André Gasparoto, “a ingestão de alimentação rica em gorduras e açúcares desde a infância está intimamente ligada à obesidade infantil, surgimento de hipertensão arterial, diabetes e aumento do risco cardiovascular precoce, além de outras complicações. Vários países e alguns estados no Brasil estão se empenhando para reduzir a alimentação inadequada, o que é muito válido. A obesidade infantil duplicou nos últimos 10 anos no Brasil”.

fonte: cnn brasil (adaptado)

TEXTO 4

O Dia Nacional da Alimentação nas Escolas é comemorado em 21 de outubro. A data foi escolhida para ressaltar a importância das ações voltadas para a educação alimentar e nutricional dos estudantes de todas as etapas da educação básica. Então, é com esse objetivo que o Governo Federal investe no Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), que tem como objetivo garantir o consumo de alimentos saudáveis no ambiente escolar, de modo a criar bons hábitos nos estudantes para toda a vida.

fonte: portal mec (adaptado)

Repertórios socioculturais relacionados ao tema “Educação alimentar e seus desafios na contemporaneidade brasileira”

reportagem – a nutricionista Andreia Friques explica como o fast food pode afetar o rendimento escolar – com números!

livro – A comida como cultura, de Massimo Montanari, mostra como o que você anda comendo tem a ver com a cultura de onde essa comida vem, assim, incluindo os ingredientes e o modo de prepará-la.

estudo A influência da modernidade nos hábitos de alimentação é um belo trabalho de estudiosos da UFPI, que mostra como nossa alimentação é influenciada por fatores externos.

documentário – aqui, você pode obter repertório muito útil deste vídeo sobre o fenômeno da obesidade e outras doenças que agora estão atingindo crianças no Brasil

reportagem – aqui você encontra algumas sugestões para suas propostas de intervenção sobre a educação alimentar.

legislação o estado de SP proíbe a venda de “alimentos” com gordura trans nas escolas – é interessante saber o que a lei diz.

reportagem – mais sugestões para você sobre propostas de intervenção na educação alimentar.

livro – este é um e-book completo sobre educação alimentar, preparado pelo MDS (Ministério do Desenvolvimento Social), que é repertório obrigatório no tema educação alimentar. 

Agora é com você, caro aluno: escreva sobre a educação alimentar e seus desafios na contemporaneidade como se estivesse escrevendo para o Enem, e… mande pra gente corrigir!

POSTS RELACIONADOS

Tudo sobre o fies 2024

A Lei nº 10.260, de 12 de julho de 2001, estabeleceu o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) com o propósito de oferecer financiamento a estudantes