Como estudar atualidades para redação?

por | maio 19, 2021

Estudar atualidades para redação é um passo essencial para vestibulandos que querem tirar uma nota satisfatória no ENEM! Saiba como inserir isso no seu cronograma de estudos!

Se você vem nos acompanhando, já sabe o quanto é importante estudar a estrutura da redação, mas sem esquecer da importância de construir um repertório sociocultural consistente, que lhe permita argumentar de forma eficiente. Assim, há grandes chances de alcançar os desejados 200 pontos na Competência 2 da redação do ENEM. Mas como fazer isso?

Já falamos sobre o uso de citações, filmes e séries na redação, então agora chegou a hora de conversarmos sobre a importância de estudar atualidades para chegar ao texto nota 1000. Mais do que isso, vamos lhe convencer de que se trata de uma tarefa importante e lhe ensinar como executá-la.

Por que estudar atualidades?

Bom, para começo de conversa, você precisa saber qual é a relação entre o temido tema de redação e o estudo de atualidades. As propostas de redação não são tiradas “do nada”. No ENEM, por exemplo, é tradicional que a temática seja de cunho social, então nada mais acertado do que ficar por dentro de tudo que acontece na sociedade. Fazendo isso, há muita chance de você conseguir aplicar um repertório sociocultural legitimado, pertinente e produtivo.

Além disso, as atualidades perpassam por todas as áreas de conhecimento cobradas na prova objetiva do ENEM, o que significa que dar atenção a essa disciplina pode alavancar não só a nota de redação, mas o seu desempenho no geral. Portanto, se ainda não a incluiu no seu planejamento de estudos, está perdendo tempo.

Como estudar atualidades?

Voltando à produção textual, que é o nosso foco, como se estuda atualidades para redação? A nossa primeira dica diz respeito à organização dos estudos. Já lhe ensinamos a estudar por eixo temático, o que se aplica também quando o assunto é atualidades.

Esta divisão – educação, meio ambiente e sustentabilidade, segurança, direitos humanos e cidadania e linguagem, comunicação e tecnologia – vai lhe ajudar a organizar o seu caderno de repertório (não me diga que você ainda não tem um, hein?) e facilitar a revisão das informações anotadas. Além disso, é importante ressaltar que existem muitos eixos temáticos, mas aqui optamos por destacar aqueles que são cobrados nas provas do ENEM, dos vestibulares e dos concursos com mais frequência.

E por onde a gente estuda atualidades? Eis uma boa notícia: você está vivendo em uma época em que o acesso à informação vem sendo cada vez mais facilitado. O grande segredo é saber onde procurar o conteúdo, então se liga nas fontes abaixo:

Jornais

Obviamente, é preciso ficar por dentro das notícias. No entanto, a gente sabe que, com o cronograma de estudos apertados que muitos de vocês têm, pode ser inviável ler jornais diariamente. Então, coloque como meta se atualizar sobre os últimos acontecimentos do Brasil e do mundo no mínimo uma vez por semana.

Uma boa dica é usar as redes sociais nesta tarefa: ao ver um post ou um tweet de um jornal com conteúdo relevante, salve-o para ler no momento o qual você reservou para estudar atualidades.

Podcasts

Alguns jornais, como Folha de S. Paulo, por exemplo, têm seus próprios podcasts, o que pode ser uma ótima alternativa para quem quer se atualizar. Além disso, há produtores independentes que não deixam a desejar quando o assunto é atualidades.

Canais no Youtube

Há canais de educação no Youtube com aulas especiais sobre temas de atualidade, que são uma excelente opção de estudo, pois fazem por você um trabalho que às vezes pode ser árduo: a reunião de um número considerável de fontes sobre um assunto. Temos, também, canais que dão espaço a grandes pensadores atuais, como o Café Filosófico. 

Documentários

Disponíveis em plataformas como Netflix e Youtube, os documentários, assim como podcasts e filmes, são fontes de pesquisa que mais parecem entretenimento. Então, separe uma pipoquinha, pegue o seu caderno de repertório e escolha um documentário sobre um tema atual para assistir.

Em nosso blog, já recomendamos alguns deles, como “O dilema das redes”, disponível na Netflix. 

Canais oficiais dos governos e seus órgãos

Os governos municipais, estaduais e o federal, bem como seus órgãos, têm canais oficiais de comunicação (sites e perfis nas redes sociais mais utilizadas pela sociedade), que também podem ser uma boa fonte de atualização acerca dos últimos acontecimentos do seu município, estado e país.

Fuja das Fake News

Independente do meio escolhido para estudar, lembre-se de escolher fontes de confiança e, se algo não lhe parecer fidedigno, não fique na dúvida e pesquise outras fontes, ok? Nada de usar fake news como repertório sociocultural!

Na dúvida, acesse sites especializados em validar e verificar a veracidade de notícias, como Agência Lupa, Fato ou Fake, Agência Pública, E-Farsas e Fake Check!

Agora que você já sabe como buscar informações, vamos mostrar como o conhecimento de atualidades se aplica na prática. Ao analisarmos, por exemplo, o tema de redação da primeira aplicação do ENEM 2020 – “Os estigmas associados a doenças mentais no Brasil” -, vemos a presença de dois eixos temáticos centrais: saúde, uma vez que envolve as doenças mentais, e direito e cidadania, pois os estigmas ferem direitos básicos do ser humano.

Assim, o estudante que fez o dever de casa direitinho e estudou atualidades estava sabendo de uma notícia veiculada em dezembro de 2020 a qual afirmou que as políticas de saúde mental estavam em risco. Uma vez que o descaso estatal é um estigma, eis um repertório sociocultural retirado de atualidades para usar nesse tema.

Já no conforto do seu lar, enquanto está treinando, procure escolher temas que estejam de acordo com o seu planejamento de estudos de atualidades. Exemplo: na semana X, você escolheu estudar sobre o eixo “Ambiente e sustentabilidade”, então sua próxima redação precisa ser sobre um tema que mobilize esse campo temático. Assim, as chances de você fixar o repertório adquirido é muito maior. 

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é ad-3-1-1024x536.jpg
<a href="https://redacaonline.com.br/blog/author/juliane-motta/" target="_self">Juliane Motta</a>

Juliane Motta

Licenciada em Letras - Língua Portuguesa e Literaturas pela UFSC. Professora de Gramática e Redação. Graduanda em Pedagogia. Experiência de 7 anos com redação do ENEM.
Assine um plano do Redação Online
Como fazer uma Redação do zero
Guia da Redação ENEM: tudo o que você precisa saber
Como tirar nota mil na Redação ENEM