Enem 2020 | Análise dos três temas de redação

por | mar 1, 2021

Agora que todas as etapas do Enem 2020 encerraram, confira a análise dos três temas de redação e fique de olho nas tendências da prova!

Marcado por uma pandemia, adiamento, confusões nas salas de provas e recordes de abstenção. Assim foi o Enem 2020. Certamente, não foi fácil para os estudantes a preparação para as provas. Porém, com a reaplicação que aconteceu nesta semana, enfim essa etapa encerrou. Agora, é o momento de avaliar as lições aprendidas nesse período e aguardar os resultados. Para ajudar a refletir sobre o Exame Nacional, vamos fazer uma breve análise dos três temas de redação cobrados nas provas. Assim, quem está começando a se preparar pra o Enem 2021 já pode traçar algumas estratégias para se dar bem. Boa leitura!

Temas que dialogaram com o Brasil sob uma pandemia

Caso você tenha perdido alguma notícia sobre o Enem, relembre os três temas de redação:

Embora nem todos concordem, de alguma forma os três temas perpassam o momento atual da pandemia de coronavírus. O tema do Enem impresso trouxe as doenças mentais e o estigma associado a elas como um problema. Assim, em um dos textos motivadores mostrou que o Brasil é o país mais depressivo da América Latina. Em 2020, a saúde mental esteve no foco e a depressão apareceu como uma das doenças mentais mais recorrentes em um mundo sob distanciamento social.

Já o Enem digital pediu uma discussão a respeito das desigualdades regionais, e novamente podemos fazer associações ao momento atual. A falta de recursos na área da saúde, em especial nas regiões Norte e Nordeste, visibilizou ainda mais essas desigualdades. Assim, o desafio – que é histórico – de reduzir esse problema pede reflexão urgente.

Por sua vez, a reaplicação fechou o ciclo falando de empatia nas relações sociais. Aqui podemos ver um ciclo se fechando, pois essa temática complementa as duas anteriores, concorda? Quando um dos textos motivadores do tema do Enem impresso menciona que muitas pessoas acham que depressão e ansiedade são “frescura”, isso nada mais é que uma demonstração de falta de empatia. Da mesma forma, uma sociedade desigual reflete a dificuldade que muitos ainda têm se colocar no lugar do outro.

Portanto, pode-se dizer que todos os três temas estiveram muito presentes na realidade de todos os brasileiros nos últimos meses e, desse modo, eram até certo ponto “fáceis” de se desenvolver, diferentemente de temas mais complicados, como o de 2018, sobre a manipulação de dados, por exemplo. Então, diante de um momento atípico, talvez a banca do Enem tenha optado por pegar mais leve nesse ano. Afinal, as dificuldades dos estudantes com o ensino remoto foram enormes.

Predominância de temas abertos: uma tendência do Enem

Com exceção do tema do Enem digital, que lembrou muito temas antigos, mais direcionados, os outros dois eram temas abertos, ou seja, davam mais liberdade para abordar o assunto. Assim, deve-se ter cuidado para não fugir do tema. Para isso, é importante entender quais as palavras-chave da frase temática. Os temas abertos requerem do candidato que ele faça uma boa interpretação dos textos motivadores e compreenda sobre o que precisa escrever. Assim, treine essa habilidade se você está se preparando para as próximas provas.

Menos textos motivadores

Tanto o Enem impresso quanto a reaplicação contaram com apenas três textos motivadores. Portanto, caso isso se torne um padrão da prova, é fundamental que o participante amplie ainda mais seu repertório sociocultural. Isso porque se basear nos textos motivadores, embora não seja proibido (desde que não haja cópia), dificilmente fará uma redação se destacar. Atente-se também à leitura de infográficos, pois pelo menos um aparece sempre na proposta de redação e pode ajudar bastante a compreender a temática.

Cadê a polêmica que estava aqui?

Geralmente, o tema de redação vira foco de debate durante dias, pois muitas pessoas se queixam de serem cobrados assuntos fora da realidade da maioria das pessoas. Nesta edição do exame, porém, isso não aconteceu. Pelo menos não tão intensamente. Em sua maioria, os participantes consideraram os temas acessíveis. Além disso, como já mencionamos, bem próximos de situações que estão sendo vivenciadas no agora. É cedo para afirmar que o Inep vai seguir essa linha, mas a análise dos três temas de redação aponta que pode haver uma mudança daqui para frente, tornando a redação mais tranquila para os participantes.

E você, fez alguma dessas provas de redação? Qual a sua opinião sobre os temas? Será que o Enem vai ficar “mais fácil”? Bom, independentemente das nossas suposições sobre o Enem 2020, agora está dada a largada para a jornada 2021. Conheça nossos planos e comece a praticar em nossa plataforma de correção, videoaulas e monitorias de redação!

[maxbutton id=”5″]

<a href="https://redacaonline.com.br/blog/author/claudiabechler/" target="_self">Cláudia Bechler</a>

Cláudia Bechler

Bacharela e Licenciada em Letras Português e Literaturas de Língua Portuguesa pela UFSC. Mestra em Linguística pelo Programa de Pós-graduação em Linguística da UFSC.
Assine um plano do Redação Online
Como fazer uma Redação do zero
Guia da Redação ENEM: tudo o que você precisa saber
Como tirar nota mil na Redação ENEM