Endometriose: Como a doença de Anitta pode cair no ENEM?

por | jul 11, 2022

Início » Atualidades » Endometriose: Como a doença de Anitta pode cair no ENEM?

endometriose é uma doença crónica que afeta mulheres em idade reprodutiva. Consiste na presença de tecido endometrial fora do útero. Este tecido, que habitualmente reveste a cavidade uterina, cresce no início do ciclo menstrual, transforma-se após a ovulação para permitir a implantação de um possível embrião e descama durante a menstruação para voltar a crescer no ciclo seguinte.

O tecido fora do útero responde de forma semelhante, pelo que os ciclos repetidos de crescimento e descamação (hemorragia) levam a inflamação e fibrose, que por vezes se associa a coleções de sangue e restos de células endometriais, chamados de endometriomas, e apelidados de “quistos de chocolate”, pela seu conteúdo castanho escuro.

 

explicação do que é a endometriose

 

Essa doença não possui uma cura definitiva, mas tem controle. Ela é benigna com comportamento maligno e pode ser controlada. Recentemente, a cantora Anitta revelou ao Fantástico que passará por uma cirurgia para remoção da endometriose!

Saiba quais algumas especificidades sobre a doença que podem cair no Enem e em outras provas!

Sintomas da Endometriose

 

  • Cólicas menstruais intensas e dor durante a menstruação;
  • Dor pré-menstrual;
  • Dor durante as relações sexuais;
  • Dor difusa ou crônica na região pélvica;
  • Fadiga crônica e exaustão;
  • Sangramento menstrual intenso ou irregular;
  • Alterações intestinais ou urinárias durante a menstruação;
  • Dificuldade para engravidar e infertilidade.

A dor da endometriose pode se manifestar como uma cólica menstrual intensa, ou dor pélvica/abdominal à relação sexual, ou dor “no intestino” na época das menstruações, ou, ainda, uma mistura desses sintomas.

Como é feito o diagnóstico da endometriose?

 

O médico percebe com ajuda de sintomas gerais, histórico familiar, exames laboratoriais (marcador tumoral) e principalmente ressonância ou ultrassom. Porém o diagnóstico definitivo é a videolaparoscopia (pequena cirurgia que ajuda o médico a enxergar os locais afetados).

Como tratar a endometriose?

 

Em casos simples, são indicados medicamentos que melhoram a qualidade de vida da mulher, como anti-inflamatório, analgésico e anticoncepcionais hormonais, que interrompem o ciclo menstrual de forma contínua.

Já em casos moderados ou graves, a indicação é cirúrgica para retirar os focos de endometriose. No entanto, para conseguir que a remoção seja bem-sucedida, os médicos precisam ter um bom diagnóstico do problema.

Anitta e a Endometriose

 

Há quase 9 anos, Anitta passou a sentir dores fortes sem saber a causa. Para ela era apenas uma cistite recorrente, uma infecção que acomete a uretra provocada por uma bactéria. Entretanto, nos exames não indicavam a presença de microrganismos na região.

Em uma entrevista na última semana com o Fantástico ela comentou que precisou tomar 3 remédios pra dores para conseguir gravar a entrevista. Além disso, ela publicou em suas redes sociais que precisará passar por uma cirurgia para amenizar os efeitos da doença em seu corpo.

A cantora só descobriu que tinha a doença durante a internação do pai para retirar um câncer no pulmão. Durante os dias em que esteve no hospital, uma amiga médica da cantora sugeriu que ela fizesse uma ressonância magnética, na qual descobriram a endometriose.

 

Endometriose no Enem, vestibulares e concursos

 

A endometriose pode ser cobrada em algumas provas, como Enem, vestibulares e concursos. Você já viu anteriormente o que é a doença, os sintomas e como tratá-la. Confira agora algumas questões sobre endometriose que já caíram em provas anteriores:

1.[UNCISAL 2° Dia 2013] A tensão pré-menstrual (TPM) ainda é uma das principais queixas femininas. Ela está diretamente associada aos ciclos hormonais e à ovulação. Alterações de humor, cólicas, dores no corpo e inchaço estão entre os sintomas que mais afetam as mulheres no período menstrual. Atualmente, alguns métodos de supressão menstrual são utilizados – pílula anticoncepcional de uso contínuo; injeção trimestral de derivados da progesterona; implante subcutâneo que libera doses mínimas diárias de um derivado da progesterona; dispositivo intrauterino (DIU) que também libera doses mínimas diárias de progesterona. Segundo alguns ginecologistas, mulheres com problemas como mioma, endometriose e cistos podem especialmente se beneficiar com a supressão menstrual. Outros especialistas no assunto enfatizam que “o ciclo menstrual é o aliado número 1 da mulher, uma prova de que o organismo feminino está em sintonia com a natureza e é fundamental para o seu equilíbrio físico e psicológico” (Revista Boa Forma, Ed. 309 set. 2012).

Marque a opção correta.

a)A menstruação é caracterizada pela descamação do endométrio, acompanhada de sangramentos, que marca o início de um ciclo menstrual. Caso não haja gravidez, a menstruação acontece a cada 28 dias, aproximadamente. Em caso de gravidez, o endométrio não se descama e a menstruação não ocorre, pois a progesterona inibe a secreção do FSH (hormônio folículo estimulante), impedindo a maturação de novos folículos ovarianos.

b)O período entre o início de uma menstruação e o seu final é chamado ciclo menstrual.

c)A ação conjunta dos hormônios FSH (folículo estimulante) e LH (luteinizante) produzidos pelo ovário, induz a ovulação que ocorre geralmente entre o décimo e décimo quarto dia a partir do início do ciclo menstrual.

d)O que denominamos “óvulo” na espécie humana é o ovócito secundário estacionado em Metáfase I da meiose, a qual somente se completará se houver fecundação.

e)O aumento nas taxas de progesterona e estrógeno durante o ciclo menstrual faz com que a mucosa uterina sofra descamação, ocorrendo a menstruação.

2. [FUNDATEC/2019] Em relação à endometriose, analise as assertivas abaixo:

I. Na ausência de tratamento precoce, a endometriose evolui para doença profunda, aumentado a sua morbidade.

II. O uso dos progestagênios de forma contínua leva ao bloqueio ovulatório e inibição do crescimento endometrial, com consequente atrofia das lesões, sendo efetivo no tratamento da dor pélvica.

III. O uso de análogos do GnRH no tratamento da endometriose induz a uma pseudomenopausa com hipoestrogenismo.

IV. Mulheres com endometriose submetidas à fertilização in vitro (FIV) têm menores taxas de gravidez que aquelas que são submetidas à FIV por obstrução tubária.

Quais estão corretas?

a) Apenas I e III.

b) Apenas II e IV.

c) Apenas I, II e III.

d) Apenas II, III e IV.

e) I, II, III e IV.

Gostou desse post? Então, continue navegando pelo nosso blog para saber mais sobre o mundo da redação e dos estudos com a nossa equipe. Garantimos que há muita coisa bacana para te ajudar a saber mais!

 

QUERO ESTUDAR COM O REDAÇÃO ONLINE

 

Nathalia da Silva

Estudante de Marketing e estagiária no Redação Online.

Assine um plano do Redação Online
Como fazer uma Redação do zero
Guia da Redação ENEM: tudo o que você precisa saber
Como tirar nota mil na Redação ENEM