Dez coisas que você não deve fazer enquanto estiver estudando

por | ago 25, 2015

Início » Dicas de Estudo » Dez coisas que você não deve fazer enquanto estiver estudando

Cada um tem um jeito de estudar: uns preferem exatas, outros a literatura e por ai vai. Mas se você fizer algumas coisas durante o estudo, todo o seu tempo dedicado pode ir por água a baixo. Então é necessário que você se concentre o máximo possível na hora de seus estudos, tire o computador do seu lado, deligue o celular e vá para um local arejado! Veja o que você não deve fazer na hora dos estudos.

  1. Nunca deixe de estudarDeixar de estudar uma matéria porque você não gosta dela – Nem todo mundo gosta de matemática. Mas você conhece alguém que tenha passado em um vestibular, por exemplo, sem saber o mínimo da matemática? O importante é intercalar: se você detesta biologia e adora história, pode começar com a primeira e, depois, se concentrar na disciplina que mais gosta.
  1. Não fique com dúvidas

Não tirar dúvidas pode trazer sérios problemas lá na frente. Já pensou se o que cair na prova for justamente o que você ficou com dúvida? É importante que o estudante arranje outros métodos para tentar entender o assunto. Durante os estudos, anote os pontos da matéria que você não entendeu para depois tirar as dúvidas com o professor.

  1. Nada de comer coisas estranhas

Imagine a situação: um estudante tem, por hábito, comer uns três pães grandes e com ovo de café da manhã, todos os dias. No dia do vestibular, ele decide comer algo “leve” e encara apenas uma fruta. Facilmente ele pode desmaiar de fome durante a prova. Claro que, em um dia de prova, o estudante deve ingerir alimentos que deem energia. No entanto, não dá para comer algo muito diferente do que se está acostumado, pode não dar certo. Peixes magros, linhaça, frutas amarelas e cítricas, muita água e chocolate amargo são alimentos que ajudam a manter a concentração.

  1. Nada de dormir para descansar

O correto é estudar no máximo quatro horas por dia, além do período que você está na escola. Se estiver em casa depois da escola e for dormir, vai ter dificuldades para acordar e se concentrar nos estudos. Se estiver muito cansado, tire apenas uma soneca de 20 minutos e mãos a obra.

  1. Fazer anotações pouco eficientes

Qual foi a última vez você sentou para estudar e não entendeu suas próprias anotações? Às vezes as anotações perdem o sentido logo depois de fazê-las. Para isso existem algumas técnicas de como não ser traído pelo próprio caderno. A organização é essencial para o sucesso de suas anotações. Busque alguns métodos que podem te ajudar no momento de anotações. Alguns deles, você pode até conhecer, mas ainda não usa adequadamente.

  1. Deixar o estudo rolar só quando sentir vontade

Criar um “padrão” de estudos ajuda bastante. Organização é o ícone para o sucesso de todo estudante. Reúna tudo o que você precisa no seu local de estudos como lápis, marca-texto, cadernos, livros etc. Nada de ficar esquecendo a caneta e sair pra ficar procurando na frente da televisão, dentro da geladeira… Leve tudo o que precisar.

  1. “Vou levar meu tablete para estudar com meus amigos”

Se os estudantes não tiverem um foco muito específico, o tablete, o celular, o notebook, podem tirar a concentração e atrapalhar toda a organização de estudos. Peça para os pais que não fiquem ligando no momento em que ele sabem que você está estudando.

  1. Deixar Facebook, Twitter e Whatsapp abertos

Tem alunos que dizem assim: “eu fico bem, deixo o computador ligado, estudo numa boa”. Galera, isso não existe. Seja sincero com você mesmo, isso não vai te ajudar na hora de aprender e muito menos na hora da prova. Essas coisas servem para distração então corra disso.

  1. Usar estimulantes

Tomar café, energético ou alguma bebida à base de cafeína na hora do estudo só adia o cansaço: ele volta, depois, muito mais forte. O ideal se estiver muito exausto é parar de estudar e descansar um pouco.

  1. Estudar provas muito antigas para o vestibular

O ideal é pegar as provas aplicadas nos três últimos anos e verificar, também, se não houve mudanças no formato do vestibular. Questões de exatas, como as de matemática e física, por terem mais itens “clássicos”, estão menos sujeitas a mudanças. No entanto, questões de história e geografia cobram mais itens da atualidade, o que deixa provas mais antigas desatualizadas.

 

 

enem dicas

 

Assine um plano do Redação Online
Como fazer uma Redação do zero
Guia da Redação ENEM: tudo o que você precisa saber
Como tirar nota mil na Redação ENEM