SOMENTE HOJE: 15% OFF usando o cupom APROVADO15 em todos os planos!

TEMA DE REDAÇÃO – Saneamento básico no Brasil

Escrever uma redação sobre “Saneamento básico no Brasil” é essencial para estudantes se prepararem para o ENEM e outros vestibulares. Preparamos um guia completo para ajudá-lo a dominar este tema, incluindo textos motivadores e ideias de repertório sociocultural.

Redação sobre saneamento básico: texto motivador

Nesta quarta-feira (25/9), a Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) focou a discussão na universalização do saneamento básico no Brasil. Durante uma audiência pública, ressaltou-se que 48% da população brasileira ainda vive sem coleta de esgoto. Os expositores, incluindo o presidente executivo do Instituto Trata Brasil, Édison Carlos, enfatizaram a necessidade de ação urgente do Senado e do governo para alterar esta realidade desafiadora.

Portanto, Édison Carlos destacou a conexão direta entre todos os objetivos de desenvolvimento sustentável e o saneamento. Fundado em 2007, o Instituto Trata Brasil é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), composta por empresas que buscam avançar no saneamento básico e na proteção dos recursos hídricos do país.

Consequentemente, Édison revelou que cerca de 35 milhões de brasileiros ainda não têm acesso a água tratada, uma população equivalente à do Canadá. De acordo com o “esgotômetro” do Trata Brasil, o Brasil descartou mais de 1,5 milhão de piscinas olímpicas de esgoto na natureza desde 1º de janeiro de 2019. Édison expressou desapontamento ao observar que, embora o Brasil exporte tecnologia agrícola, ainda enfrenta dificuldades para fornecer esgoto tratado.

Ademais, Édison Carlos ressaltou que a falta de saneamento básico afeta desproporcionalmente as mulheres. Afinal, elas perdem dias de lazer, aula e trabalho buscando água potável e cuidando dos enfermos da família. Dessa forma, a situação é igualmente grave nas escolas de ensino fundamental do Brasil, onde 59% não possuem coleta de esgoto.

Finalmente, a deficiência no saneamento básico leva ao aumento de doenças. Mais de 300 mil internações anuais no Brasil são atribuídas a diarreias graves. A ineficiência na entrega de água também é um problema grave, causando, em 2017, um prejuízo de R$ 11 bilhões ao Brasil, suficiente para abastecer 30% da população.

Fonte adaptada: [Senado Federal]

 

Exemplo de redação sobre saneamento básico

Desde a colonização do Brasil, o "gigante adormecido", a nação é caracterizada pelo multiculturalismo, pela diversidade ética e pela intensa estratificação social. Nesse contexto, a falta de saneamento básico assola a imensa maioria da população, uma vez que as políticas públicas estão alicerçadas em paradigmas estabelecidos pelos donos do capital, os quais não vislumbram a melhoria da condição de vida das populações menos favorecidas como instrumento que agregue valores econômicos e sejam propulsores do desenvolvimento.

Em um primeiro momento, conforme as ideias de Durkheim, o fato social é a maneira coletiva de agir e de pensar. Nessa perspectiva, os "senhores de terra, no modelo de colonização aqui implementado, utilizaram a força de trabalho escrava africana e indígena, tendo sido idealizado um modo de pensar e de agir em que os bens materiais se sobrepõem ao valor humano. Sendo assim, a maior parte do corpo social, que está inserido nas classes C, D, e E, não consegue expor, manifestar e exigir que as suas necessidades sejam atendidas. Desse modo, existem inúmeras cidades com esgotos a céu aberto, sem tratamento de água, coleta e destinação adequada do lixo urbano e rural, o que afeta a qualidade de vida e a saúde dos indivíduos.

Em outra abordagem, consoante ao pensamento de Kant, o homem é aquilo em que a educação o transforma. Dessa maneira, em muitos casos, os insuficientes rendimentos das famílias provocam a evasão escolar e o baixo nível de aprendizado do povo. Isto posto, as forças que dominam os meios produtivos e administrativos, com seus preconceitos arraigados em padrões de séculos passados, insistem em políticas de assistencialismo, as quais resultam em dividendos eleitorais, sem a destinação de recursos para a modernização e implantação de melhorias nas condições de sanidade da população. Um desses exemplos ocorre na cidade de Pelotas - RS (cidade com mais de 300.000 habitantes) que é banhada pela maior laguna do mundo (Laguna dos Patos), a qual recebe todo o esgoto produzido na cidade.

Portanto, a fim de melhorar as condições de saneamento básico da população, é necessário que as associações comerciais e industriais, os sindicatos dos trabalhadores e patronais, as ONGs e as escolas promovam projetos que ensejem a formação de cidadãos com pleno desenvolvimento cognitivo, biopsicossocial, críticos e atuantes nas suas comunidades, possibilitando que reivindiquem os direitos básicos e necessários a sua existência e o acesso aos padrões mínimos de qualidade de vida, por intermédio de políticas públicas, as quais contemplem e estabeleçam a transformação social e a construção de uma sociedade mais equânime com respeito a individualidade e a dignidade humana.

Gostou do tema sobre saneamento básico? Na nossa plataforma, você encontra mais de 400 temas atualizados para treinar e conquistar a nota máxima. Por isso, acesse agora e descubra como podemos ajudá-lo a alcançar seus objetivos!