logo redação online

TEMA DE REDAÇÃO – O agronegócio como ameaça ao meio ambiente

O agronegócio como ameaça ao meio ambiente

A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija um texto dissertativo-argumentativo na modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema: O agronegócio como ameaça ao meio ambiente. Sua redação deve apresentar proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista. Atente-se para o número mínimo de 7 linhas e máximo de 30 para desenvolver suas ideias.

Texto 1

Agropecuária é principal ameaça para espécies em extinção Dados do Ministério do Meio Ambiente apontam que em todos os biomas terrestres atividade é vetor para risco de extinção MANAUS – A nova relação de espécies ameaçadas de extinção (clique aqui para ver a lista completa), divulgada na semana pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) e pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), aponta que a agropecuária é a principal ameaça para fauna em risco no Brasil.

Os dados apresentados pelo MMA ilustram um ciclo já conhecido por ambientalistas, em que florestas são substituídas primeiro por pastos, para, depois, darem lugar a plantações de monocultivo em latifúndios com uso intensivo de agrotóxicos e alto impacto ambiental.

O avanço das fronteiras agrícolas acontece em todos os biomas terrestres com amplo financiamento de bancos públicos e privados, que, por vezes, desconsideram a variável ambiental ao conceder empréstimos e facilidades de financiamento.

O avanço da a pecuária na Amazônia, por exemplo, tem sido apoiado com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO), que é gerenciado pelo Banco da Amazônia.

Trata-se de fundo criado para promover o crescimento equilibrado da região, com o objetivo declarado de “atender às atividades produtivas de baixo impacto ambiental, cuja macrodiretriz é o desenvolvimento sustentável da Região Norte”. Em todos os biomas terrestres, o avanço e intensificação da produção agropecuária são apontados como principal vetor para o risco de extinção, conforme é possível observar no gráfico divulgado pelo MMA e reproduzido abaixo:

infográfico referente a ameaças graves ao meio ambiente

O infográfico também traz informações significativas sobre outras ameaças graves ao meio ambiente. No bioma Marinho, na Amazônia e no Pantanal, a captura é fator de grave risco para a fauna. No Cerrado e no Pampa, ela fica praticamente junto com as queimadas, comuns na limpeza de terreno para abertura de pastos.

Na Mata Atlântica e em Ilhas, a expansão urbana assume papel de destaque. Na Caatinga, o destaque é para a mineração. Além da divisão de vetores de risco por biomas, a divulgação do MMA também apresenta o número de espécies ameaçadas, conforme é possível observar no infográfico abaixo (clique aqui para ver todas as espécies).

A quantidade aumentou significativamente de 2003 para 2014, mas isso se justifica também pelo fato de mais espécies terem sido analisadas nesta edição.

Disponível em https://portalamazonia.com/noticias-detalhe/meio-ambiente/agropecuaria-eprincipalameaca-para-especies-em-extincao/?cHash=2f2bf8ceae9ad45829f3d55ce09f5c6d. Acesso em 03.05.2016.

Exemplo

O Brasil é um dos países com maior presença de agropecuária no mundo,sendo que essa área também é importante no PIB brasileiro,contendo um índice de quase 27%, de acordo com dados da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil.Apesar da grande importância do agronegócio, ele é uma ameaça ao meio ambiente, destruindo a fauna e flora dos biomas do país.

Para que ocorra o avanço da agricultura e da pecuária são destruídas vários territórios,aumentando os espaços de plantio e criação de animais e acelerando a escala de produção dos latifúndios. Uma técnica muito utilizada pelo agronegócio para aumentar o lucro são as queimadas. No ano de 2021, essa prática destruiu 5 dos 6 biomas brasileiros, com grande foco na Amazônia,Pantanal e Cerrado.Não somente a fauna e flora única desses locais foram atingidas, como também todas as regiões brasileiras.Aumentaram os problemas sobre o meio ambiente,dentre eles:a lixiviação do solo, perda da biodiversidade,assoreamento de rios e lagos, mudanças climáticas…. Enquanto o retorno finaceiro for priorizado e os níveis de exploração não forem controlados,o esgotamento total dos recursos naturais estará cada vez mais próximo.

De modo que esse esgotamento seja evitado, são necessárias ações de prevenção à natureza. Portanto, o poder legislativo deve criar uma lei que obrigue todos os produtores a fazerem um sistema de rota de culturas e terraceamento, e outra que proíba o uso excessivo de agrotóxicos e a ptrática de queimadas. Se essas leis não forem cumpridas, os trabalhadores pagarão multas de alto valor. Além disso, o Ministério do Meio Ambiente têm que aumentar as áreas de preservação no país, colaborando para a manutenção de vida de todas as espécies.Por meio dessas ações, os impactos ambientais serão diminuídos, pois de acordo com o filósofo polonês Bauman: “Não são as crises que mudam o mundo,e sim nossas reações a elas.”

⏰ O cupom loucura com 40% de desconto acaba em:

  • 00Dias
  • 00Hrs
  • 00Min
  • 00Seg