O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Dessalinização da água

A crise hídrica no mundo cresce proporcionalmente à demanda de água nos setores econômicos, principalmente na indústria e agricultura. Logo, sua dessalinização surge como uma solução promissora, porém limitada por seus custos e impactos ambientais. Assim, é necessário investir em formas para o melhor uso dessa técnica. 
 Analisando os recursos essenciais no processo de dessalinização, percebe-se que seu alto custo e quantidade de energia exigida delimitam seu uso em larga escala. De acordo com o portal do G1, para se colocar em prática, pode custar até 192 milhões de reais, levando em conta uma cidade de 500 mil habitantes, com gasto diário de 120 L por pessoa, desse modo, apenas países desenvolvidos podem implantar esse mecanismo, como por exemplo, a Arábia Saudita, que 50% da água utilizável provém dessa invenção. 
 Além do mais, é produzido uma solução salina, causadora de impactos ambientais. Conforme o site Tratamento de Água, os resíduos, resultantes de retirada do sal, são despejados no mar, prejudicando animais marinhos e interferindo na dinâmica da cadeia alimentar, por meio, da redução do contingente de microalgas, que sustenta a vida nos mares. Ademais, o aumento da salinidade torna a água mais densa, diminuindo zonas costeiras e lagos, consequentemente, intervindo nas atividades pesqueiras. 
 Diante dos fatos supracitados, urge que a ONU (Organização das Nações Unidas) invista na criação de uma instituição pesquisadora, que procure a melhor maneira de estabelecer pontos dessalinização da água, por intermédio, da análise de dados de países que já possuem, com o objetivo de diminuir os gastos, e impactos na natureza. Portanto, evitando o grande dimensionamento da crise hídrica. 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!