A diversidade cultural no Brasil e seus reflexos na formação do povo brasileiro | Tema de redação

A diversidade cultural no Brasil e seus reflexos na formação do povo brasileiro

Seu sobrenome tem qual origem? É português? Italiano? Japonês? Alemão? Você provavelmente carrega um pedaço da nossa marcante história de imigração e isso faz parte da diversidade cultural! Para esta semana o tema de redação envolve nossa diversidade étnica e foi pensado para a Fuvest! 

Nesse sentido, escreva uma redação dissertativa argumentativa, em português na modalidade língua culta, opinando sobre a diversidade cultural no Brasil e seus reflexos na formação do povo brasileiro

Considere a imigração de outros povos que o Brasil recebeu, a participação do habitante número 1 – o indígena, e a imigração forçada dos africanos durante a colonização. 

Então, uma dica: compare o efeito da imigração no Brasil com o caso dos países europeus, que hoje recebem imigrantes em massa, ou com o de países sem diversidade (como o Japão). Dessa forma, a partir dessa comparação, você pode analisar até que ponto a diversidade é aceita sem preconceitos no Brasil.

Texto 1 sobre diversidade cultural

fonte: redalyc

Texto 2

O que está a impulsionar o aumento do sentimento anti-imigração na Europa?

Uma estudante de Berkeley, Cansin Rodoplu, frequentou uma escola francesa na Turquia, já que observou o tratamento dispensado aos imigrantes não-brancos nos ambientes culturais franceses.

“O Estado francês está obcecado com a ideia de manter a cultura francesa não apenas em todo o seu Estado, mas também através de escolas francesas em todo o mundo”, começa Cansin.

Por outro lado, quanto ao efeito que estas escolas têm na cultura turca, ela diz: “Estas escolas tentam estabelecer a cultura francesa como uma cultura superior nos seus países de acolhimento.

A forma como estas escolas são concebidas é que as pessoas da elite, ou a classe média alta dos nacionais, também entrarão nestas escolas.”

(…)

O atual sentimento anti-migração na Europa está enraizado na percepção da ameaça cultural. Os imigrantes são vistos como inassimiláveis ​​e as suas culturas como incompatíveis com as normas e ideais ocidentais. Ou seja, os valores e culturas ocidentais continuam a ser uma ferramenta para diferenciar e excluir os imigrantes.

Para mudar o debate em torno da imigração e perceber que os imigrantes positivos positivamente para os países de acolhimento, deveríamos dirigir nossa atenção para a investigação e abolição das práticas de exclusão dirigidas aos imigrantes em nome da preservação da cultura da nação.

traduzido livremente de berkeley edu

Texto 3 sobre diversidade cultural

Distribuição dos descendentes de italianos pelo Brasil hoje

diversidade cultural

fonte: cidadania italiana assistencia

Texto 4

18/06/2022 – 114 anos de Japão no Brasil

(…) dados da Embaixada do Japão no Brasil estimam que aproximadamente 2 milhões de japoneses e descendentes, a maior população de origem japonesa fora do Japão, viviam no Brasil.

Os números também mostram a quantidade de nativos japoneses no país verde e amarelo: o Censo do IBGE de 2010 aponta que quase 50 mil japoneses residiam no Brasil. Este dado representava 11,4% do total de estrangeiros que moravam no país.

A influência da nação nipônica em torno do país tropical se perpetuou e está refletida ainda hoje nas tradições, sabores e saberes do Brasil.

Desse modo, das artes marciais a religião, dos chás e sushis aos mangás (as famosas histórias em quadrinhos japonesas) o Brasil é marcado por essa cultura que influencia vários setores da economia.
fonte: revista museus

Texto 5

O imigrante espanhol no cotidiano urbano brasileiro

No Brasil, a imigração espanhola teve um caráter predominantemente urbano.

Nos séculos XIX e XX, manteve-se o fluxo migratório espanhol para o Brasil, mas seria, então, principalmente o galego, não mais o castelhano.

(…)

Os recém-chegados disputavam desde as ofertas de emprego menos qualificado, sobretudo mestiços e negros que também tomaram o rumo das cidades após a Abolição da Escravatura.

Ao lado dos portugueses, especialmente no Rio de Janeiro, encontravam trabalho em atividades não-qualificadas, tais como, estivadores, ensacadores de café, em bares, tavernas, ou no comércio ambulante.

Dessa forma, na maioria das vezes, mal remunerados, submetidos a jornadas de trabalho de até 16 horas, eram vistos como uma “gente trabalhadeira e ambiciosa”.
fonte: ibge gov br

Repertórios socioculturais relacionados ao tema

“A diversidade cultural no Brasil e seus reflexos na formação do povo brasileiro”

vídeo – Paulo Rezzutti é um arquiteto-historiador com um canal fantástico, por exemplo, neste vídeo ele conta de um jeito super didático.

artigo – ademais, veja os grupos de imigrantes que o Brasil recebeu em maior número – isso é ótimo para embasar seus argumentos. 

obra de arte – “Chegada dos Japoneses ao Brasil” (1973), de Tikashi Fukushima, mostra a vida dos imigrantes japoneses nesta terra. 

livro – cite Casa Grande e Senzala, de Gilberto Freyre – é praticamente repertório obrigatório num tema desses! mas não se esqueça de que foi escrito há quase 1 século, e alguns críticos argumentam que nele se romantiza demais a miscigenação e a convivência pacífica entre as diferentes raças no Brasil. 

vídeo – conhece Roberto da Matta? é um antropólogo “fera” e neste vídeo sensacional ele é o entrevistado e diz o que pensa da nossa sociedade brasileira – tem muito repertório aqui!

obra de arte – 

“Chegada dos Imigrantes” (2016) é do conhecido Kobra – o muralista retratou essa obra muralista, em São Paulo, uma vez que retrata diversidade étnica dos imigrantes que contribuíram para a cidade.

livro – sem dúvida, um clássico, Raízes do Brasil, de Sérgio Buarque de Holanda, vê a diversidade pouco relacionada a questões sociais e econômicas da época (1 século atrás);

estudo –nesse sentido, este é um repertório gostoso: trata-se de um estudo completo de especialistas da Unicamp sobre a influência da diversidade de povos que temos no Brasil sobre nossa gastronomia!

livro –  Formação do Brasil Contemporâneo, de Caio Prado Júnior, reconhece que a miscigenação foi crucial na formação da identidade brasileira –

ela não tinha toda aquela rigidez que ocorreu nos EUA, por exemplo. 

podcast – aqui professores da USP explicam até que ponto nosso Carnaval tem a ver com a diversidade étnica brasileira.

artigo – outrossim, Carnaval não é a única festa popular com influência da imigração: veja aqui uma lista de todas as nossas festas da diversidade!

livro – portanto, Darcy Ribeiro foi antropólogo e escreveu O Povo Brasileiro, no qual analisa a cultura brasileira em geral para entender como nossa cultura diversa formou nossa identidade tão brasileira!

Por fim, Fizemos você pensar na diversidade cultural no Brasil e seus reflexos na formação do povo brasileiro? Já era hora! E, caso você não saiba, nossa equipe também corrige redações no “modelo” Fuvest!

POSTS RELACIONADOS

Tudo sobre o fies 2024

A Lei nº 10.260, de 12 de julho de 2001, estabeleceu o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) com o propósito de oferecer financiamento a estudantes

⏰ O cupom loucura com 40% de desconto acaba em:

  • 00Dias
  • 00Hrs
  • 00Min
  • 00Seg