logo redação online

TEMA DE REDAÇÃO – MAUS HÁBITOS E INFARTO EM JOVENS

Com base nos textos motivadores abaixo, produza uma redação dissertativoargumentativa sobre o tema: MAUS HÁBITOS E INFARTO EM JOVENS.

TEXTO 1

Quando se fala em infarto agudo do miocárdio, o senso comum é que apenas os mais velhos podem ser acometidos pelo mal. Entretanto, com cada vez mais jovens, na faixa etária dos 20 aos 39 anos, especialmente quando expostos aos fatores de risco para doenças cardiovasculares, vêm sofrendo com ataques cardíacos. Segundo dados do DataSUS, do Ministério da Saúde, em 2013 houve um aumento de 13% no número de infartos entre adultos com até 30 anos. E apesar de o percentual de jovens que sofrem do quadro ser relativamente pequeno em relação à demais vítimas do problema, esse aumento revela hábitos não-saudáveis e que colocam em risco a vida das pessoas dessa faixa etária. Estresse, obesidade, diabetes, tabagismo, hipertensão e colesterol fora de controle, além do histórico familiar da pessoa são fatores cada vez mais presentes na vida dos menores de 40 anos e são apontados como os grandes responsáveis pelo aumento das estatísticas. Além desses fatores, também contribuem para um risco elevado de ter um infarto a insuficiência renal crônica, o uso de drogas, como cocaína, crack e anabolizantes, e até mesmo doenças trombofílicas e autoimunes, como o lúpus.

Fonte: https://www.atribuna.com.br/noticias/noticias-detalhe/atualidades/brasil-e-quarto-pais-noranking-global-de-casamento-infantil/?cHash=79d698eaa6c72fc6d2543e933c48cab9

EXEMPLO

Nos dias atuais, muitos jovens estão sofrendo com problemas de saúde ainda cedo, isso porque muitas pessoas menores de idade, já estão consumindo bebidas alcoólicas e também usando vários tipos de drogas. Sendo assim, o uso exagerado dessas substáncias podem causar algumas enfermidades, entre elas as doenças cardiovasculares que afeta o coração. Diante disso, campanhas devem ser feitas para minimizar essa situação no Brasil e no mundo.

Primeiramente, de acordo com índices da Oganização mundial de saúde (OMS), 26,8% dos jovens com 15 e 19 anos relataram o consumo de álcool. Desse modo, o uso excessivo de bebidas alcoólicas além de ocorrer grandes riscos de doenças cardiovasculares também pode provocar efeitos psíquicos no cérebro, como redução da concentração e da atenção. Dessa forma, é muito importante que os pais ensinem para os filhos o quanto e perigoso o uso do álcool e o que ele provoca no corpo.

Ademais, a ajuda dos pais é muito importante para que os filhos entendam o quanto e perigoso o uso do álcool e das drogas, pois além de causar vários problemas de saúde, também pode ocorrer diversos problemas na família, já que as bebidas alcoólicas e os usos de substâncias deixam a pessoa totalmente desligada da realidade. Logo, o apoio dos pais é imdispensável para tentar diminuir a quantidade de adolencentes no mundo das bebidas e das cocaínas.

Portanto, no intuito de minimizar essa problemática situação, cabe as escolas mostrarem aos jovens os problemas que as bebidas alcoólicas e drogas causam na saúde e isso deve ser feito por meio de aulas biologicas e teatros para que os alunos entendam o quanto é perigoso e o quanto o álcool e substâncias podem não só comprometer o bem-estar como também estragar um futuro, já que as drogas incentiva as pessoas a fazerem coisas erradas. Somente assim, para combater o uso de álcool e cocaínas no Brasil e no mundo.