O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

A importância da consciência de privilégios

   Na música "ladrão", o rapper Djonga diz: "eu vou roubar o patrimônio do seu pai, dar fuga no chevette e distribuir na favela." Esses versos, evidentemente, foram usados para denunciar sobre a complexa questão da desigualdade social no Brasil. Diante disso, a necessidade da consciência de privilégios é necessária, tanto para apontar que o discurso meritocrático é algo abstrato, bem como, o reconhecimento das classe sociais.


   Primordialmente, deve-se destacar que a meritocracia é uma ideologia, a qual desconsidera que a origem social influencie nas conquistas dos indivíduos. Entretanto, mostra-se fora da realidade brasileira, que ainda convive com a falta de necessidades básicas, como: saúde, transporte público e educação de qualidade. Ademais, um estudo realizado pela Escola de Economia de Paris, retrata que apenas 1 % da população concentra mais de 28% do rendimento nacional, enquanto os 50% mais pobres ficam com 13,9%, ou seja, menos da metade do 1% mais rico.


   Além disso, deve-se destacar que o reconhecimento das classes sociais é importante para admitir privilégios e lutar por um sistema mais justo, que crie oportunidades minimamente igualitárias. "A pior cegueira é a dos que não sabem que estão cegos." De acordo com a citação de Clarice Lispector, do livro "A descoberta do mundo", retrata bem o preocupante estado de negação presente na sociedade brasileira. Na medida em que problemas políticos e econômicos assolam, cresce também o número de pessoas dispostas a esvaziar fatos científicos em prol de uma visão utópica.


  Portanto, é mister que o Estado tome providências para superar o impasse. Para combater os privilégios, urge que o Governo, crie projetos sociais para erradicar a pobreza e a marginalização, por meio de verbas governamentais. Somente assim, será possível combater a desigualdade, descrita por um dos artistas mais influentes do rap, através de sua lírica afiada, marginalizada, agressiva e por suas fortes críticas contra o racismo, como na frase:" virei a porra do vilão que vocês criaram." Em razão de que os negros são acusados de reproduzir violência.


 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!