logo redação online

racismo

O papel das instituições esportivas nas medidas para combater a impunidade das manifestações racistas no futebol
Temas e Repertórios
Professora Margarete

O papel das instituições esportivas nas medidas para combater a impunidade das manifestações racistas no futebol | Tema de redação

Você viu, não viu? O mundo inteiro viu: Vini Jr. foi vítima de racismo no futebol europeu! A reação foi unânime: isso é inaceitável. Temos que começar a combater as manifestações racistas no futebol!  Nesse sentido, há várias mobilizações encaminhadas, só está faltando a sua – desse modo, qual proposta de intervenção você pediria às instituições esportivas em casos assim? Escreva uma dissertação argumentativa sobre o tema “O papel das instituições esportivas nas medidas para combater a impunidade das manifestações racistas no futebol”. Se você já é nosso sortudo seguidor, aproveite para verificar a coesão com mais atenção. Veja os textos de apoio e muitos repertórios abaixo. Texto 1 sobre manifestações racistas no futebol Ofensas a Vinicius Jr. fazem parte de histórico de racismo no futebol “Isso [repetição de ataques a Vinicius Júnior] reflete anos e anos de leniência das autoridades espanholas com o racismo. Aliás, especialmente nos campos de futebol, não é apenas Vinícius Júnior que tem sofrido, mas outros jogadores pela Europa também, como o [atacante belga Romelu] Lukaku, vítima de racismo em abril e expulso por reagir contra os xingamentos racistas [na Itália, onde defende a Inter de Milão]. Além disso, existe um histórico [de racismo], com mais

Leia mais »
Temas e Repertórios
Marina Dias

A objetificação dos corpos negros | Repertórios para o tema

Quer saber mais sobre “A objetificação dos corpos negros”? Confira alguns repertórios que listamos para o tema!   A objetificação dos corpos negros é um dos reflexos do racismo estrutural, que está presente no imaginário social desde o período escravocrata. Essa objetificação está ligada a estereótipos racistas que hipersexualizam as pessoas negras e as colocam em lugares de subalternidade. São práticas que comumente se manifestam em comentários acerca dos corpos negros e na representação dessas pessoas na mídia, por exemplo. Ou seja, trata-se de racismo velado que violenta o povo negro até os dias de hoje. Neste post, listamos alguns repertórios socioculturais para você saber mais sobre o assunto e fundamentar a sua redação sobre o tema “A objetificação dos corpos negros”. Siga a leitura!   Vídeo | Hipersexualização e objetificação: como estereótipos racistas impactam pessoas negras   Neste vídeo, do canal GNT, Luana Génot e Thalita Carauta discutem sobre a hipersexualização e a objetificação dos corpos negros e como os estereótipos racistas impactam a vida das pessoas negras. Além disso, Thula Pires explica a definição da palavra “mulata”, termo racista que deriva da palavra espanhola “mula” e é usada para se referir às mulheres negras de pele clara. Segundo

Leia mais »
Exemplos de Redação
Marina Dias

A objetificação dos corpos negros | Tema de Redação

Você já escreveu uma redação sobre “A objetificação dos corpos negros”? Confira o tema da semana!   O racismo estrutural é responsável por perpetuar muitas violências, uma delas é a objetificação dos corpos negros em nossa sociedade. O problema não é recente, muito pelo contrário: persiste no imaginário e nas práticas sociais desde o período escravocrata. Leia os textos motivadores a seguir e, com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija um texto dissertativo-argumentativo sobre o tema “A objetificação dos corpos negros”.   TEXTO 1   “O nosso corpo é o tempo todo objetificado”, diz doutoranda   “Acho que toda mulher negra já escutou essa abordagem de um homem: ‘meu desejo é ficar com uma mulher negra’.  O nosso corpo é o tempo todo objetificado. É vivência real. Nós não somos apenas uma mulher. Eu sou uma mulher negra andando na rua”, enfatiza a doutoranda em Educação pela Universidade Tiradentes, Jady Rosa dos Santos. A pesquisadora Jady Rosa sentiu na pele, várias vezes, o que a maioria das mulheres negras passam: a hipersexualização dos seus corpos. Dentro do contexto do racismo estrutural do Brasil, a hipersexulização dos corpos negros banaliza o homem negro e a mulher negra,

Leia mais »
representatividade na publicidade
Exemplos de Redação
Claudia Bechler

A importância da representatividade na publicidade | Tema de Redação

Você já refletiu sobre a importância da representatividade na publicidade? Confira os textos motivadores a seguir e escreva a sua redação!   Leia os textos motivadores a seguir. Assim, com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo sobre o tema “A importância da representatividade na publicidade”. Use a modalidade escrita formal da língua portuguesa e apresente proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Então, selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.   TEXTO 1   Deputada estadual eleita pelo PSD, Marta Costa é autora do projeto de lei 504/20, que visa proibir a veiculação de peças publicitárias com diversidade sexual. A PL seria votada nesta terça-feira (20), mas foi adiada para a próxima quinta-feira (22).   No texto, a deputada afirma que a presença de pessoas LGBTQIA+ em propagandas traria “desconforto emocional a inúmeras famílias” e que mostrariam “práticas danosas” às crianças. A proibição viria com a intenção de “evitar a inadequada influência na formação de jovens e crianças”. “É nossa intenção limitar a veiculação da publicidade que incentive o consumidor do nosso estado a práticas danosas”, reproduz o documento.  A Comissão de Diversidade Sexual e de Gênero da OAB e a Associação Brasileira de Agências de Publicidade se manifestaram

Leia mais »
a importância da representatividade
Temas e Repertórios
Claudia Bechler

A importância da representatividade na publicidade | Repertórios para o tema

Quer saber mais sobre a importância da representatividade na publicidade? Confira uma lista de repertórios que preparamos para o tema!   Em uma sociedade, os indivíduos são diversos e, assim, devem ser representados em todos os cenários, inclusive na publicidade. Assim, é fundamental refletirmos sobre o tema “A importância da representatividade na publicidade“. Principalmente em um momento em que certos grupos estão sob ameaça por motivos de preconceito. Portanto, esta é a proposta de redação desta semana. Então, o que você tem a dizer sobre isso? Para ajudar no seu projeto de texto e argumentação para defesa da sua tese, trouxemos alguns conteúdos que podem ajudar a entender mais sobre o assunto. Assim, consulte-os e selecione aqueles que são mais pertinentes ao seu ponto de vista sobre o tema. Boa leitura!   TODxS – Uma análise da representatividade na publicidade brasileira   Neste estudo, produzido pela agência Heads Cominicação, você encontrará alguns dados relativos à representatividade na publicidade. Desde 2015 a empresa se ocupa de trazer essas informações no sentido de entender como ocorre a entrada de diferentes perfis nas campanhas e o efeito disso nos consumidores. São 31 slides com um conteúdo importante para o seu texto. Acesse e

Leia mais »
racismo no cinema e na tv
Temas e Repertórios
Claudia Bechler

Whitewashing e o racismo no cinema e na TV | Tema de redação

Você sabe o que é Whitewashing? Confira nosso tema de redação, pesquise sobre o assunto e comece a treinar a sua escrita! Com base nos conhecimentos adquiridos ao longo de sua formação e a partir da leitura dos textos motivadores a seguir, escreva uma redação de até 30 linhas sobre o tema “Whitewashing e o racismo no cinema e na TV. Para tanto, use a modalidade padrão da língua portuguesa. Além disso, apresente uma proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Confira o tema Whitewashing e o racismo no cinema e na TV: Texto 1  Whitewashing: entenda o que significa o termo e a polêmica por trás dele […] a atriz israelense Gal Gadot – conhecida por seu papel como Mulher-Maravilha – publicou em suas redes sociais que viverá nos cinemas Cleópatra, a poderosa rainha do Egito. O anúncio, no entanto, gerou polêmica e reacendeu o debate sobre a prática de whitewashing.  A palavra inglesa significa algo como “lavagem branca” ou ” embranquecimento”. De fato, o termo se refere ao hábito de produções culturais contratarem atores brancos para interpretar personagens que pertencem a outras etnias, como negros, asiáticos e latinos, por exemplo.   A crítica, então, se deve à escalação de uma atriz de pele clara para

Leia mais »

Como usar o filme O Ódio Que Você Semeia na redação?

O Lucas Felpi tirou nota 1000 na redação do ENEM 2018 e preparou uma dica incrível: como usar o filme O Ódio Que Você Semeia nas suas redações! Que tal pegar o caderno e anotar tudo? FILME: O ÓDIO QUE VOCÊ SEMEIA 2018 • 2h13min • 14+ Sinopse: Starr Carter é uma adolescente negra de 16 anos que presencia o assassinato de Khalil, seu melhor amigo, por um policial branco, e está disposta a dizer a verdade pela honra de seu amigo, custe o que custar. BRUTALIDADE POLICIAL “O Ódio que Você Semeia” acompanha a adolescente Starr Carter após testemunhar o assassinato de seu amigo negro desarmado, Khalil Harris, por um policial branco. Sem motivo, o guarda para o carro dos dois e, ao ver o garoto alcançando algo, atira e o mata: era uma escova. DISTORÇÃO DE DISCURSO Após o evento, Khalil passa a ser retratado na mídia como traficante de drogas e é enfatizada sua suposta agressividade como justificativa à ação do policial. O pai do oficial vai à televisão para fazer um discurso emocionado sobre o risco de vida a que seu filho estava submetido na hora. IMPUNIDADE E JUSTIÇA Mesmo com o testemunho anônimo de Starr, o

Leia mais »
estereótipos na mídia e na literatura - tema
Temas e Repertórios
Otavio Pinheiro

Tema de redação: Estereótipos na mídia e na literatura

Leia e interprete os textos motivadores que se seguem para desenvolver a proposta de redação desta semana com estereótipos na mídia e na literatura – tema. Texto 1 Preconceito: pesquisa comprova que a mídia reforça estereótipos de gênero para crianças Sim, os papéis dos personagens na TV, no cinema e na televisão ensinam o que a cultura espera do seu filho de acordo com o gênero. NAÍMA SALEH 14 JUL 2017 – 11H19 Existe um movimento grande no sentido de libertar as crianças dos estereótipos de gênero. Ficou fora de moda achar que rosa é para menina e azul para menino. Famílias têm se esforçado para desconstruir a ideia de que eles não podem brincar de boneca, enquanto elas não podem preferir carrinhos. Uma porção de livros infantis que tratam do assunto foram lançados recentemente e muitas escolas têm trabalhado com carinho essa questão. Mas será que todas essas iniciativas bastam, uma vez que filmes, programas de TV e até desenhos animados continuam reforçando os estereótipos de gênero? Parece que não. A pesquisa Watching Gender: How Stereotypes in Movies and on TV Impact Kids’ Development analisou 150 artigos, entrevistas, livros e outras pesquisas científico-sociais e concluiu que os estereótipos de gêneros estão mais persistentes nos programas

Leia mais »

Tema de Redação: A importância da representatividade no Cinema e na TV

TEXTO 1 Inúmeros estudos demonstram uma inquietante verdade: a esmagadora maioria de diretores, atores, colaboradores, ou seja, trabalhadores da área cinematográfica – e pasme – até mesmo críticos, são homens. Tal pesquisa revela que “apenas 10,7% dos filmes analisados possuíam um elenco equilibrado de homens e mulheres – a proporção média encontrada foi de 2,25 atores para cada atriz”. O mesmo estudo apontou que um terço das atrizes trajam roupas provocantes ou estão parcialmente nuas nas filmagens. A desproporção atinge inclusive os bastidores: há uma média de 5 homens para cada mulher trabalhando na indústria cinematográfica. São apenas 9% de diretoras mulheres, contra 91% de diretores homens na atualidade. Na história do Oscar, apenas quatro mulheres já foram indicadas ao prêmio de Melhor Direção, enquanto somente Kathryn Bigelow saiu vencedora nesta categoria pelo filme “Guerra ao Terror”, de 2009. Não são apenas as mulheres que são deixadas de lado. Uma polêmica envolveu a cerimônia do Oscar do ano de 2016, que, pelo segundo ano consecutivo, não indicou nenhum negro para as categorias principais. O que dizer, então, acerca da participação de outras minorias, a exemplo dos transgêneros, que são massivamente ignorados: “Nenhum personagem transgênero apareceu nos 100 filmes de maior bilheteria

Leia mais »

Tema de Redação: Racismo velado

A partir da leitura dos textos motivadores a seguir e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija um texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa, respeitando as diretrizes dos Direitos Humanos, sobre o tema “Racismo velado”. TEXTO 1 “Por ser negra e mulher, tenho diversas histórias. Racismo e machismo se combinam”, disse à reportagem uma universitária, de 27 anos, que preferiu não se identificar. A estudante, que já foi vítima de agressão dentro da universidade onde estuda, se recorda de um dia quando, ao entrar em um shopping da capital, foi obrigada a apresentar seu documento de identidade. No mesmo momento, uma mulher loira da mesma idade, que entrava ao lado, passou direto sem ser abordada. “Nós temos no Brasil o pior tipo de racismo que existe. É um racismo velado, escondido, que ninguém vê, mas que acontece”, critica. “A sociedade está o tempo todo tentando abafar e silenciar a opressão, invertendo a situação e culpando o negro”. Em sua visão, é preciso dar visibilidade a tantas atitudes racistas e preconceituosas que acontecem cotidianamente nas cidades. “Tanto o Estado quanto a mídia contribuem para esse racismo velado e institucional, construindo o modo como as mulheres são

Leia mais »