Cronograma de estudos para 2022: como fazer?

por | jan 19, 2022

Início » Dicas de Estudo » Cronograma de estudos para 2022: como fazer?

2022 está começando e, com ele, provavelmente sua rotina de estudos também, certo? Neste momento de início de um novo ciclo, em que a motivação ainda está lá em cima, muitos buscam as melhores técnicas para fazer o tempo render e, principalmente, continuarem motivados. Afinal, é preciso manter essa rotina ao longo do ano inteiro.

Foi pensando nisso que nós preparamos este texto. Se você quer se dedicar ao máximo neste ano, mas ainda não sabe muito bem por onde começar, um cronograma de estudos pode ser um ótimo ponto de partida. Com ele, seus horários ficarão organizados e você não deixará nada importante para trás.

Por outro lado, elaborar um cronograma de estudos não é uma tarefa exatamente fácil — e é aí que o Redação Online entra. Na sequência, nós daremos 5 dicas que você pode aplicar para que seu cronograma fique completo.

Acompanhe!

 

5 dicas para fazer um cronograma de estudos para 2022

1. Liste todas as atividades

Com tanto conteúdo para estudar — seja para o ENEM, vestibulares ou concursos —, não é impossível que algo acabe sendo esquecido e ficando para trás, e é exatamente por isso que as listas são tão importantes. Ao apontar todas as atividades que devem ser feitas, basta ter a lista em mãos para não se esquecer de nada.

Além disso, vale citar que quanto mais completa essa lista for, melhor. Inclua não apenas as matérias que devem ser estudadas, mas também atividades extras com horário fixo, como aulas ao vivo e cursos diversos.

2. Tenha uma agenda completa

É claro que você pode fazer seu cronograma de estudos para 2022 em qualquer folha de papel — mas saiba que isso não é a melhor forma de se manter completamente organizado. Para que as informações fiquem bem dispostas e você não precise fazer nenhum tipo de esforço para entendê-las, uma estrutura de agenda é a melhor opção.

Isso porque ela permite visualizar as tarefas com divisão de dias e horários, facilitando a organização com bastante antecedência.

E a melhor parte de apostar em uma agenda é que você pode escolher o formato que preferir — desde comprar uma agenda física até utilizar ferramentas digitais como o Google Agenda.

3. Reserve horários para alimentação e descanso

Tão importante quanto boas horas de estudo são as boas horas de descanso. Você até pode achar que será melhor dedicar mais horas aos seus estudos, porém não esqueça que dar um tempo para o cérebro descansar não é apenas recomendável, como também essencial. Caso contrário, você pode ser a próxima vítima de um burnout.

E tem mais: além do descanso, outra atividade fundamental que deve ter seu próprio tempo reservado é a alimentação. Para que o corpo e a mente funcionem da melhor maneira possível, é necessário estar bem alimentado. Portanto, não pule nenhuma refeição e, é claro, tenha uma alimentação balanceada.

4. Seja realista com seus horários

Na hora de planejar os horários das atividades, muitas pessoas colocam uma logo após a outra. Porém, é preciso ter em mente que não é bem assim que as coisas funcionam. É pouco provável que você inicie uma nova atividade imediatamente após encerrar outra, não acha?

Na prática, alguns minutos são necessários entre uma atividade e outra, para dar uma volta e refrescar a cabeça ou simplesmente para ter um pequeno momento de descanso ou descontração.

Uma vez tendo sua agenda com todas as atividades listadas, dê atenção a este ponto. Ele até pode parecer pouco, mas você verá a diferença que esses minutos adicionais farão para seus estudos.

5. Utilize a técnica da curva do esquecimento

Quem estuda já teve essa sensação: depois de um longo dia de aprendizado, os dias vão passando e você simplesmente começa a esquecer alguns detalhes a respeito do que estudou na semana passada. Para provas com uma grande quantidade de conteúdo, como são os casos do ENEM e dos vestibulares, isso é um verdadeiro problema.

Para que ele não atrapalhe, basta utilizar a técnica da curva do esquecimento. Ela consiste em revisões constantes de conteúdos já estudados — sempre com o objetivo de evitar que eles sejam esquecidos com o passar do tempo. Afinal de contas, é muito conteúdo visto em um ano inteiro de estudo, não?

Ao implementar este método, você deverá fazer três revisões após estudar cada conteúdo: 24 horas depois, 7 dias depois e 1 mês depois. Para cada revisão, basta utilizar os resumos que você já fez na primeira vez que estudou o conteúdo.

Confira mais dicas de estudo!

E aí, o que achou das nossas dicas para montar um cronograma de estudos? Está pronto para ter um ótimo 2022? Caso tenha gostado dessas dicas e queira receber ainda mais conteúdo elaborado especialmente para estudantes, siga o Redação Online no Facebook e no Instagram!

Assine um plano do Redação Online
Como fazer uma Redação do zero
Guia da Redação ENEM: tudo o que você precisa saber
Como tirar nota mil na Redação ENEM