O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Xenofobia no Brasil

Roma Antiga era uma cidade que teve seu desequilíbrio no século V. Na ideologia do seu povo, existia uma visão preconceituosa de qualquer tipo de estrangeiro, considerados os bárbaros. Nos dias atuais, compreende-se que os países não só adaptaram o latim, mas também formas de propagar os etnocídios.
As redes sociais, a exemplo da mitologia grega, faz com que muitos realizem um processo de catarse, sendo como identificação ou repulsão. Entretanto, principalmente quando se trata de refugiados e imigrantes, estes mesmos meios de comunicação fazem com que muitos sejam manipulados, vejam um lado negativo na maioria das vezes e, por meio de divulgações, a generalização de que todo islâmico é terrorista, como as publicações de notícias com os crescentes casos de terrorismo a na França.
Ademais, também dão subterfúgios ao quadro vigente o deficitário sistema educacional e judiciário, que não conseguem deixar a sua população bem informada e nem prestar um bom acolhimento as vítimas, tendo essas que venderem sua força de trabalho por preços muito abaixo do estabelecido. Dessa forma, grandes ações de xenofobia estão sendo presenciadas no Brasil. Segundo uma estimativa do IBGE em 2016, 57,6 milhões da população brasileira possuem menos de 18 anos. Quebrar esse ciclo de marginalização e violência é preciso para se poder ter um âmbito social mais justo.
Torna-se necessário, portanto, medidas para se resolverem esses impasses. É fundamental que o Estado funde casas para estrangeiros de baixa renda e que criem auxílios para os manterem em boas condições de saúde e alimentação. Todavia, é precípuo que o Ministério Público fiscalize ocorrências de racismo e que leve ao júri muitos dos casos arquivados de etnocídios. Assim, o Ministério da Educação poderá fornecer às crianças dessas famílias refugiadas a contratação de psicopedagogos poliglotas e bolsas nas principais Universidades.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!