O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Visibilidade indígena em questão no Brasil

"O importante não é quanto tempo viverás, mas que qualidade de vida terás". Segundo o filosofo Sêneca, a qualidade de vida tem tamanha importância que transpõe a do tempo vivido. Entretanto, no Brasil, essa não é a realidade dos indígenas, visto que enfrentam o preconceito e a perca de terras.
Em uma primeira análise, vê-se que infelizmente os indígenas presentes nas cidades sofrem com o preconceito, por terem hábitos e costumes diferentes e por isso dificilmente conseguem alinhar sua cultura com o modo de vida urbano. Soma-se a isso, a ausência de políticas públicas no sentido de promover a valorização desses povos que estão diretamente ligados a formação do Brasil.
Além do que, cabe ressaltar os conflitos envolvendo os indígenas e os ruralistas, motivados pelas disputas por causa de terras. Percebe-se também que muitas das vezes o lucro do agronegócio é colocado acima dos interesses indígenas, apesar do seu comprovado direito sobre parte da terra.
Por conseguinte, para que está questão seja solucionada, é necessário que o governo em parceria com o ministério da cultura e da educação, financie projetos educacionais sobre a história e a valorização do povo indígena nas escolas, através de uma ampla divulgação midiática que inclua propagandas televisivas e debates entre professores e alunos. Nesse sentido, o intuito de tal medida, deve ser de quebrar o preconceito das futuras gerações que refletirá diretamente nas políticas públicas a serem implementadas. E dessa forma aproximar a realidade descrita por Sêneca.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!