O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Violências nas escolas

De acordo com Nietzsche, filósofo da modernidade "O homem moderno é um idealista, ignorando toda a sua realidade". Dessa forma, a questão da violência dentro das escolas segue essa analogia. Com advento da internet e redes sociais, os números de violência dentro dos centros educacionais ficou mais exposto. E isso está intrínseco a educação de todos os setores da sociedade brasileira. Portanto, o papel do Estado e o da população são fundamentais para superar essa objeção em respeito à universalização dos direitos e à dignidade humana.

Convém, a principio, ressaltar que o reflexo dos números crescentes de violência dentro das comunidades acadêmicas provém de um Estado violento. Segundo Emile Durkheim, o fato social influência o papel do indivíduo na sociedade e a forma de agir ao seu entorno. E a violência dentro das escolas está conectado aquilo que se é aprendido em convívio social. De acordo com O Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo(APEOESP), que mais de 44% dos professores já sofreram alguma forma de violência. Esses números são alarmantes e o que mais preocupa é a omissão do Estado perante a esses dados.

Em consequência disso, a questão da violência dentro das escolas não parte só do aluno para os professores, há o inverso também, desde agressão psicológica ou física, é comum nos noticiários professores que abusam de alunos em troca de uma nota melhor e também há alunas que sofrem abusos de docentes em relação ao seu corpo, o que corrobora para uma violência institucionalizada dentro da sociedade brasileira. Faz-se necessário a intervenção de todos os setores da sociedade brasileira, já que é a violência esta se naturalizando em espaços de promoção à educação.

Infere-se, portanto, que a violência dentro das escolas traz uma mal para a sociedade brasileira. Dessa forma, em primeiro plano, cabe ao Estado fomentar leis objetivando punir os alunos e professores que promovem a violência dentro das escolas, desde agressão física ou moral, a fim de coagir essas transgressões. Essas punições seriam: participando de palestra sobre a importância do respeito ao próximo e auxílio à comunidade. Além disso, o Estado tem por obrigação abrir uma ouvidoria para os crescentes números de agressões dentro do ambiente educacional, objetivando diminuir esses dados e punir os responsáveis. E também é de suma importância o Governo Federal investir mais na educação de base, já que o fato social dos crescentes números de agressões e violência influência as novas gerações

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!