O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Violência nos estádios

  O ser humano é social: necessita viver em comunidade e estabelecer relações interpessoais. No entanto, embora intitulado, sob a perspectiva aristotélica, inúmeras de suas antiéticas práticas corroboram o contrário. Dentre os fatores causadores da violência nos estádios estão o fanatismo e a falta de preparo profissional.


  Em primeira análise, é possível afirmar que a paixão exagerada de alguns torcedores pelo time é prejudicial. Isso porque, devido à ambição da mídia e do grande lucro com o setor esportivo, ocorre estímulos para esse “amor” da forma errada. Desse modo, segundo o sociólogo Muniz Sodré, atos de violência geram o estado de violência, sendo assim, estádios tornam-se ambientes cada vez mais agressivos. Por consequência, se formam torcidas ilegais e algumas perdem o autocontrole.


  Somado a isso, observa-se o despreparo de policiais em lidar com essas ações dentro e fora dos estádios. De acordo com o sociólogo Betinho, “Um país não muda pela sua economia, sua política e nem mesmo sua ciência; muda sim pela sua cultura”. Dessa maneira, a falta de educação da população se reflete no futebol, gerando uma cultura de violência e a banalização dos xingamentos nesses locais. Com isso, a insegurança nos estádios aumenta, consequentemente, há o distanciamento de crianças e deficientes com relação ao esporte, devido à brutalidade.


  Portanto, torna-se evidente que o fanatismo e a falta de preparo profissional corroboram a violência nos estádios. Assim, cabe à Polícia Militar, em parceria com o Governo, aumentar o policiamento, por meio da implantação de melhores sistemas de monitoramento. Além disso, de modo a garantir a segurança, os policiais devem revistar os torcedores, proibindo a entrada de álcool e drogas em jogos de futebol. Espera-se, com isso, a formação de uma torcida pacífica e respeitosa. Dessa maneira, a ideologia de Aristóteles será melhor usufruída na coletividade brasileira.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!