O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Violência nos estádios

   O Coliseu, maior símbolo da Roma Antiga, era um anfiteatro onde gladiadores lutavam entre si ou com animais na presença do público. Estes eventos aconteciam constantemente na época imperial e evidencia que a violência nas arenas sempre foi algo comum durante a história. Contudo, observa-se que este cenário de brigas não se limitou ao território romano, uma vez que há, no Brasil, constantes problemas com o caso. Diante disso, é notório que há questões a serem resolvidas, pois muitos torcedores continuam propagando atos irresponsáveis e brutais pela herança histórica enraizada no país e pelo falso sentimento de impunidade.


   Ademais, segundo o sociólogo brasileiro Ronaldo Helal, a violência nos estádios é um grave problema social a ser analisado e reflete as amarras com o passado, visto que, desde a Era Medieval, a violência sempre esteve presente nos estádios e o público, que estava lá por estratégia populista do imperador, sempre foi levado à afeição com aquele ato. Além disso, de acordo com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o número de assassinatos, em 2017, nos seis meses iniciais do ano, foram superiores a marca de 10, mostrando que é vital ao país medidas que diminuam tal evento.


   Por conseguinte, em 1995 foi registrada a primeira morte no território nacional relacionado à violência entre as torcidas, a vítima de 16 anos morreu a paulada durante o jogo. Contudo, na partida seguinte, as torcidas não foram punidas de forma adequada e puderam assistir aos jogos normalmente, estimulando, de forma indireta, atos criminosos. Dessa forma, cabe analisar a situação juntamente com a sensação de impunidade por parte dos agressores e reflexo da sociedade brasileira, que convive e expande constantemente o ódio ao próximo, tendo posto que a falta de regras específicas cria um ambiente mais propício à irregularidades, e atos como estes mostram que a população passa por desvio na conduta moral.


    Infere-se, portanto, que medidas para mitigar tal problemática sejam realizadas. Logo, cabe ao Ministério da Segurança Pública, garantir os direitos populacionais, promovendo medidas mais rígidas sobre atos infames praticados em estádios, aprimorando o artigo quinto da Constituição Brasileira. Para que assim, as pessoas vejam no esporte uma forma de entretenimento saudável e seguro. E, cabe às famílias, estar mais presente na vida pessoal, desde a infância, proporcionando ajuda psicopedagógica para crianças e ajudar na formação intelectual e moral do indíviduo. Dessarte, com a ajuda dos responsáveis, o número de incidência do ato, em um futuro próximo, diminuirá. Pois, somente com tais medidas, o problema será reduzido e os "coliseus brasileiros" chegarão ao fim.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!