O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Violência nos estádios

Funcionado conforme a primeira lei de Newton, a lei da inércia, a qual afirma que o corpo tende a permanecer em seu movimento até que uma força suficiente atue sobre ele mudando-o de percurso, a violência nos estádios é um problema que persiste na sociedade brasileira há algum tempo. Com isso, ao invés de funcionar como a força suficientemente capaz de mudar o percurso deste problema, da permanência para a extinção, os mecanismos de combate a esse crime, aliado à razão estrutural acabam por contribuírem com a situação atual.


A princípio, é possível perceber que essa circunstância deve-se a questão políticas-estruturais. De acordo com pesquisas atuais, vem sendo crescente o número de casos de violência nos estádios durante os últimos anos. Esse dado evidencia a ineficácia dos mecanismos de combate contra esse delito, entre eles o Ministério da Justiça, em diminuir a ocorrência desse problema. Diante disso, é notório que a existência desses meios é de suma importância, mas devido a pouca destinação de recurso, não estão sendo satisfatórias para melhorar os índices alarmantes desse crime.


Além disso, é cabível enfatizar que a continuação desse problema acontece devido a razão estrutural que é o Fato Social. Segundo Émile Durkheim o Fato Social é uma maneira coletiva de agir e pensar, dotada de generalidade, coletividade e coercitividade. Ao seguir essa linha de pensamento, a lenta mudança na mentalidade de alguns torcedores sobre a importância do respeito com as torcidas adversárias, pode ser encaixada na teoria do sociólogo, uma vez que, se uma criança vive em uma família com esse comportamento tende a adota-lo também. Assim, o combate a esse problema deve começar por fazer com que os jovens não adotem essa maneira de agir e pensar de seus familiares, para isso é necessário o trabalho da escola.


Fica evidente,portanto, que para a violência nos estádios não continuar persistindo na contemporaneidade,é necessário uma intervenção por parte do governo e da sociedade,que realizem a mudança de percurso deste problema,da permanência para a extinção. Nesse sentido, para que a melhora nos mecanismos de combate seja promovido, urge que o Ministério da Justiça invista mais em delegacias especializadas neste tipo de crime, com atendimento 24 horas, que contenham profissionais capacitados, bem como meios de denúncias anônimas eficientes, por meio do melhor investimento do dinheiro público. Já o MEC deve implementar nos livros didáticos das diversas áreas, à conscientização das consequências que podem ser geradas no meio social pela violência nos estádios. Paralelamente, a sociedade a partir das redes sociais deve compartilhar campanhas contra esse problema, com o fito de despertar um senso crítico sobre a importância do respeito entre as torcidas.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!