O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Violência nos estádios

Violência. Depredação. Mortes. Estas são palavras que infelizmente refletem a situação do futebol brasileiro. O sentimento nacionalista que os torcedores tem por seus times chega a ser preocupante. Além do prejuízo que os atos de violência causam aos estádios e ao entorno que sempre acabam depredados. Em virtude a isso, é preciso acabar com esse problema.
Em primeiro lugar, é preciso compreender o sentimento do torcedor. Influenciado por sua família e até mesmo o discurso de "Brasil: o país do futebol", o torcedor idealiza o esporte e tem um sentimento nacionalista que chega a o deixar cego e este vê o torcedor do time adversário como um inimigo. E com isso mesmo sendo uma minoria que realmente prática os atos de violência, o Brasil continua registrando altos números com relação a mortes em estádios.
Ademais, é essencial analisar o custo gerado pelo vandalismo causados pelos fãs. Infelizmente além dos números de mortes e feridos, são registrados as perdas para o patrimônio público, estações de trem e ônibus após as partidas, são destruídos o que faz o Estado gastar uma maior verba com a manutenção, o efeito dessa ação é logo sentido pelo cidadão com o aumento das tarifas.
Desta forma fica clara a necessidade de mudanças. A Secretária de Esportes e de Segurança devem trabalhar em conjunto para cadastrar todos os torcedores e impedir que aqueles que participam de brigas assistam os jogos e punir os que praticarem atos agressivos. As prefeituras devem repassar a dívida com a depredação para as associações de torcida organizada e para os clubes já que os danos são causados por indivíduos envolvidos com os mesmos. E por fim a mídia com seu poder de persuasão pode criar campanhas de conscientização para o público. Com isso, será possível, que os torcedores entendam que os estádios são lugares para trazer entretenimento e não violência.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!