O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Verticalização urbana: avanço ou problema?

            Durante a Revolução Industrial, foi consolidado o processo conhecido como êxodo rural, uma vez que as pessoas saíram dos campos visando uma melhoria de vida nas cidades. Nesse contexto, essas migrações em quantidades significativas assolaram os centros urbanos sem moradias suficientes para acoplar tal contingente. Sob este viés, gradualmente, esse problema está sendo resolvido por intermédio da verticalização urbana. Nessa perspectiva, aponta-se como causa evidente dessa contribuição tanto a democratização do espaço, bem como a diminuição de alguns impactos ambientais.


            Em primeiro plano, o alcance de um espaço por mais indivíduos pode ser considerado um fator positivo da verticalização das cidades. Tal fato deve ser entendido sob a perspectiva da colonização brasileira, tendo em vista que esta propiciou a consolidação de latifúndios. Posto isto, com o aumento populacional e poucas terras disponíveis à distribuição, a verticalização promove a democratização do espaço. Isso porque um local, antes ocupado por uma família, pode ser agora habitado pelo dobro dessa quantidade, no mínimo. Sendo assim, a construção de grandes prédios funciona como uma solução às áreas centrais populosas, ao passo que as divide em mais partes.


            Outrossim, o desmatamento com fins habitacionais é um grande componente que corrobora a verticalização urbana como um avanço. Desse modo, ainda sob a ótica da colonização, é comprovado que a ocupação territorial traduz o desmatamento - não é em vão que a Mata Atlântica é o bioma mais devastado do Brasil. Paralelo a isso, atualmente, a verticalização das cidades ocupa de modo mais inteligente o espaço brasileiro. Dessa maneira, esse advento transforma áreas que teriam apenas um fim, em grandes centros de convivência com diversas funcionalidades, acarretando na economia de terras, logo, na diminuição do desmatamento.


            Infere-se, portanto, que a verticalização urbana é um avanço nas sociedades brasileiras. Entretanto, muito ainda se discute sobre suas implicações nas comunidades. Desse jeito, o Estado deve aplicar medidas que mostrem a eficácia dessa estruturação urbana. Por conseguinte, o Tribunal de Contas da União deve enviar verbas que, por meio do Ministério da Infraestrutura, serão revertidas em propagandas e debates que elucidem a importância das grandes construções, a fim de que a população se conscientize e esse advento não seja interrompido. Só assim, o Brasil atual conseguirá se desvencilhar do passado nefasto e destruidor. 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!