O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Verticalização urbana: avanço ou problema?

Segundo o professor mestre em Geografia Urbana Roberto Lobato Corrêa "A verticalização das cidades é um processo espacial que produz os edifícios altos e arranha-céus, que são espaços verticais com funções residenciais ou terciárias (de comércios ou serviços)". De maneira análoga, a construção de prédios extremamente altos tem seus pontos positivos e negativos. Logo, urge analisar com cautela os aspectos que compõem a problemática.


Por um lado, é evidente ressaltar que a verticalização é uma tendência mundial. No último Censo realizado pelo IBGE, entre 2000 e 2010, o número de apartamentos no Brasil passou de 4,3 para 6,1 milhões, um crescimento de uma década. Isso se deve claramente aos benefícios gerados pelo crescimento vertical dos espaços urbanos, visto que permite a concentração de investimentos, aproveitamento do solo, além de oferecer mais segurança à população.


Por outro lado, vale destacar que sem um bom planejamento urbano, a verticalização pode não ser vantajosa. Segundo o pesquisador do curso de Geografia, Antônio Cardoso Façanha, "A verticalização é um dos símbolos de uma geografia dos espaços metropolitanos, qual representa o surgimento de edifícios de uma determinada área da cidade, implicando alterações na prosperidade e no uso do solo." Diante desse cenário, alguns impactos são gerados como a sobrecarga na infraestrutura, a impermeabilização dos solos e o aumento da área exposta à radiação, fator que provoca ilhas de calor.


Portanto, para que a verticalização seja benéfica é necessário que o Governo Federal, órgão detentor do poder de uma sociedade, inclua emendas mais rigorosas no Plano Diretor, por meio de votações no plenário, a fim de que a população siga as regulamentações. Outrossim, cabe aos órgãos públicos, fiscalizar mais o cumprimento das leis propostas. Só assim, as cidades poderão evoluir verticalmente.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!