ENTRAR NA PLATAFORMA
Turismo e seus impactos socioambientais

 Na ilha Fernando de Noronha - PE, conhecida por sua beleza natural, percebe-se diversos lugares restritos com proibição na entrada de turistas, com receio de degradação e poluição do espaço. Esse cenário se alastra por todo o país, visto que lugares extraordinários só é permitido observar por imagens ou reportagens. Nesse contexto, os motivos imprescindíveis para tais ações são: a liberdade de acomodação nos espaços e a falta de educação, que acaba restringindo esses lugares.
 Primeiramente, é importante ressaltar que a liberdade de acomodação influencia diretamente o turismo e a natureza, uma vez que há um pensamento ideológico de que o dinheiro resolve tudo. De acordo com o site G1, mais de 113 toneladas de lixo, fora do lugar, são removidos por ano de cada praia. Logo, a acomodação e o apossamento de direitos acabam invadindo a natureza, notando-se que o dinheiro não resolve tudo e o meio ambiente se degrada cada vez mais, afetando o turísmo.
  Outrossim, a falta de educação que afeta todos os setores. Segundo o filósofo alemão Immanuel Kant," O ser humano é aquilo que a educação faz dele”. Logo, em um país cuja educação está um colapso, esse país está fadado a degradação, poluição ambiental e a decadência turística.
Portanto, medidas são necessárias para resolver o problema. Cabe ao MEC investir por meio de verbas governamentais em estruturas educacionais, no qual garanta todo tipo de assunto necessário para uma boa base educacional, ensinando a importância da preservação ambiental que alimentaria o turismo, assim sendo permitido visitar qualquer lugar da ilha  Fernando de Noronha e do país inteiro.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde