ENTRAR NA PLATAFORMA
Transporte público no Brasil

     Na obra "Utopia", do escritor inglês Thomas More, é retratada uma sociedade perfeita, na qual o corpo social padroniza-se pela ausência de conflitos e problemas. No entanto, ao analisar a precariedade do transporte público brasileiro, verifica-se que a vida contemporânea é o oposto que o autor prega. Frente a uma realidade temerária de má prestação de serviços que mescla conflitos governamentais e sociais, a problemática instala-se. Nesse sentido, convém analisar as causas consequências e possível solução para o impasse


    Precipualmente, é importante salientar que a desordem urbana relacionada ao transporte coletivo, deriva da baixa atuação das esferas de poder, no que se concerne a criação de mecanismos que coíbam tais recorrências. Segundo o pensador Thomas Hobbes, o Estado é responsável por garantir o bem-estar da população, entretanto isso não ocorre no Brasil. A baixa infraestrutura do transporte rodoviário, bem como das próprias rodovias, mesclado a baixa segurança ofertada aos cidadãos durante o percurso e superlotação dos coletivos, são fatores que levam a insatisfação por grande parte da população. Segundo pesquisas divulgadas pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), nos anos de 2011 e 2012, revelou-se um quadro negativo com avaliações “péssimas ou ruins” ultrapassando os 60%. 


     Ademais, é imperativo ressaltar a falta de ampliação do transporte ferroviário e o aumento do poder aquisitivo, ocasionam a compra de veículos próprios. Dessa forma, um maior número de automóveis nas ruas faz com que engarrafamentos se tornem cada vez mais comuns, a queima de combustível  aumenta ocasionando uma maior emissão de CO2, além da grande poluição sonora próximas à áreas de grande circulação. De acordo com o site Terra, em 2005 apenas 49% da população utilizava mobilidade de transporte público, visto ainda que até o ano de 2025, a frota de carros e motos em circulação irá dobrar.


    Portanto, é necessário que o Estado tome providências para melhorar o quadro atual. Sendo assim, é necessário que o Governo, em parceria com as empresas de transporte público, financie por meio de verbas governamentais, a realização de pesquisas sobre modernização e ampliação de vias públicas, bem como a efetiva aplicação das mesmas, além de melhorar e aumentar a qualidade de frotas de transporte rodoviário. Nesse sentido, o intuito de tal mudança, deve ser o dignóstico de cada ambiente social e erradicação das más condições que o transporte público se encontra atualmente, de tal maneira, a coletividade alcançará a Utopia de More. 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde