ENTRAR NA PLATAFORMA
Transporte público no Brasil
Com o início da Era Vargas, em 1930, o Brasil passou a contar com o que hoje chamamos de indústria automobilística, tal fato iniciou a popularização do transporte individual entre os brasileiros. Além disso, devido ao descaso do Governo com os meios de transporte públicos e, também, o sucateamento das vias férreas, a mobilidade tornou-se um impasse, com dados que revelam altos índices de gastos públicos e engarrafamentos constantes.

É indubitável que, no Brasil, a dificuldade em transitar se concentra principalmente nos grandes centros urbanos. Assim, devido ao baixo uso dos transportes coletivos, os quais representam hoje 29% das viagens, a tendência de haver números excessivos de carros nas ruas é alta e isso acarreta em engarrafamentos e baixa qualidade de vida. Desse modo, já disse o astrônomo Isaac Newton, em uma de suas leis, que dois corpos não ocupam o mesmo lugar no espaço. Logo, se o aumento de veículos próprios continuar crescendo, viveremos em meio a um caos constante.

Outrossim, é evidente que, devido ao incentivo do governo de Juscelino Kubitschek, que pregava uma cultura onde o carro era sinônimo de status social e as diversas facilidades na aquisição, parcelando-o incontáveis vezes, torna-se explicável os índices que hoje vemos. Contudo, vale ressaltar que 77% dos gastos públicos com a mobilidade urbana, se destinam ao transporte individual. À vista disso, não há como negar que os meios de transporte representam um grave problema, onde a pressa do brasileiro acaba causando um atraso a todos nas vias de transição.

É evidente, portanto, que devemos buscar soluções que amenizem o revés. Destarte, o Ministério dos Transportes deve adotar políticas públicas que favoreçam, por meio da diminuição da carga tributária, empresas portadoras de ferrovias que concordem em cedê-las para que o Governo implante redes de transporte público. Assim, o grande impasse do atraso, causado pelo engarrafamento, tende a ser amenizado por meio de uma dissolução do alto número de pessoas que circulam diariamente.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde