O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema Redação para Concurso (TRF)

A intolerância social atualmente

Desde a antiguidade era questionado o porquê do homem se agrupar, Aristóteles, adepto à corrente naturalista, passou a afirmar que é da natureza do homem viver em sociedade. Já os contratualistas, mais modernos, embora tenham várias teorias divergentes concordam entre si que o impulso associativo do homem não é um estado de natureza, mas sim um interesse próprio para satisfazer-se. Independente da corrente que se segue, é possível compreender que o homem se agrupou para satisfazer suas necessidades naturais e materiais. Tais agrupamentos, passaram a se distinguir por interesse e/ou objetivos em comum, assim surgindo os grupos sociais. Essa distinção prevalece até os dias de hoje, todavia, o convívio entre diferentes grupos sociais é basteantes hostil.

É muito comum nas mídias sociais, ainda sim em pleno séc. XXI se deparar com contantes discriminações, de gênero, raça, cor, orientação sexual, religião? O ser humano passou a ser mais intolerante à diversidade. É possível citar n exemplos dessas intolerâncias. A menina atacada com pedras por ser praticante do candomblé, o deputado que declara a homossexualidade como uma doença. São atitudes das quais acabam por gerar ?disputas sociais? tornando a convivência em sociedade um campo de batalha.

Essa discriminação é muito mais comum nas minorias sociais, que são excluídas da sociedade; essa exclusão acaba dividindo a sociedade e gerando mais e mais intolerância, como um círculo vicioso, onde cada um tenta ser melhor que o outro, em vez de respeitar as diferenças. A discriminação social é um problema cultural, o qual está corrompendo o ser humano, com a ideia de superioridade para com seu semelhante. Já dizia Jean Jaques Rousseau: ?O homem é bom, a sociedade é que o corrompe?.

A preocupação em questão é exterminar qualquer tipo discriminação. As pessoas devem começar a compreender que cada um tem liberdade e direito de escolha, que ser diferente é normal. O Estado, as escolas, as famílias devem ensinar desde o cedo que apesar de qualquer diferença social todos merecem respeito, deve começar gradativamente a mudança, para que a longo prazo venha conquistar seu objetivo. A curto prazo, a ideia é que cada homem mude seu pensamento, deixando de lado a intolerância. E o Estado como um todo, venha a acolher quem sofre com a discriminação, proporcionando total segurança e amparo, sendo exemplo a ser seguido.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!