O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

TEMA: OBESIDADE E ALIMENTAÇÃO IRREGULAR NO BRASIL

Na Antiguidade, devido à falta de tecnologia, os nômades utilizavam gordura, sal e açúcar para preservar os alimentos por mais tempo. Com o passar dos anos, esses ingredientes deixaram de ser meramente conservantes e se incorporaram à dieta humana como artifícios para a preparação de alimentos mais saborosos, porém não mais saudáveis. Esse hábito, entretanto, mostra-se maléfico à saúde e suas consequências atingem grande parte da população brasileira.
Em primeiro lugar, é preciso quebrar o paradigma de que a obesidade é o maior problema causado por uma alimentação irregular. Além dessa doença, há muitas outras que apresentam uma face até mais perversa, como as cardiovasculares e as respiratórias. O indivíduo, quando acometido por essas enfermidades, tem sua qualidade de vida afetada e, consequentemente, o seu bem estar, o que vai contra à premissa de Platão que diz que o importante não é viver, mas viver bem.
Por outro lado, faz-se necessário entender o porquê da sociedade brasileira sofrer tanto com a alimentação inadequada. Num país em que impera o capitalismo como sistema econômico, a falta de tempo é a justificativa mais comum dos cidadãos para se alimentarem mal e não realizarem exercícios físicos. Contudo, é sabido que com organização e planejamento, é possível adotar hábitos saudáveis e fugir da perigosa resignação.
Fica claro, portanto, a importância da população adotar uma rotina mais saudável. Num primeiro plano, seria interessante que ONGs ensinassem aos cidadãos, através de rodas de conversa, maneiras de como organizarem suas refeições e alertassem sobre os danos de uma alimentação irregular. Além disso, o Estado e empresas poderiam incentivar os seus funcionários a adotarem uma vida mais saudável, promovendo a prática de exercícios físicos em grupo e lanches semanais com alimentos pouco calóricos e nutritivos.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!