O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Tema: O suicídio entre os jovens: como enfrentar esse problema?
No conto ''O espelho'' de Machado de Assis, o personagem Jacobina, defende a ideia da existência de duas almas, sendo uma delas, a exterior, que é ligada ao status e o prestígio social. Em principal, na fase da adolescência, esta parte da alma é extremamente revelante, por causa das cobranças da família e também da sociedade. Devido a isso, como um dos grandes fatores, muitos jovens desencadeiam problemas psicológicos que levam ao suicídio, apresentando o aumento do número de casos deste ato na sociedade brasileira atual.
Em primeira instância, a depressão, a ansiedade e os transtornos mentais são antecessores à autodestruição entre a faixa etária mais nova. Estes problemas adquiridos através das experiências na adolescência e também as cobranças da família sobre os filhos, ao serem velados e mascarados pela sociedade como um todo, corroboram para a ascensão do suicídio entre os adolescentes, denotando a elevação de tal comportamento em 30% no Brasil, segundo a BBC.
Ademais, embora exista o Centro de Valorização à Vida (CVV) e também o Setembro Amarelo, como meios de combater o autocídio no país hodierno, existe ainda a falta de debate e compreensão a respeito do tema. De forma epidêmica, o suicídio, visto como solução por muitos indivíduos, é mantido em silêncio, devido ao tabu, de que a abordagem deste tema, aumentaria os casos suicidas. Entretanto, justamente por não haver esse diálogo, ocorre o crescimento dos casos, em razão da não-informação dos pais sobre os comportamentos e as mudanças dos filhos, bem como sobre as prevenções e formas de auxílios às vítimas, persistindo assim, este revés no Brasil contemporâneo.
Para tanto, é preciso que as escolas, juntamente com os pais e em parceria com o Ministério da Educação, trabalhem em projetos educacionais, como palestras e peças teatrais, a fim de abordar os problemas psicológicos e aumentar o diálogo sobre o suicídio e, também, para melhores percepções dos pais sobre os comportamentos dos filhos. Outrossim, os grupos midiáticos, devem parar o mascaramento tanto dos problemas psicológicos como do suicídio e é necessário usufruir de campanhas de valorização à vida, além de ficções engajadas que apresentem alternativas de ajuda e também estimulem a redução de tabus sobre esta temática. Pois assim, as almas, exterior e interior, estabelecidas no conto machadiano, estarão menos sobrecarregadas, tornando o Brasil em uma sociedade mais empática e com menos índices de autodestruição entre jovens.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!