O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Tema: Liberação do porte de armas

Segundo Zygmnd Baumam, sociólogo polonês, a falta de solidez nas relações sociais e econômicas é característica da "Modernidade Líquida" vivida no século XX. Diante disso, ao se relacionar com o contexto sobre a liberação do porte de armas, o Brasil se encontra dividido nessa relação. Se por um lado afirmam que garantirá a segurança própria, por outro, afirmam que aumentará a violência por crimes banais. Liberar ou não? Eis a questão.
Primeiramente, é fácil de perceber que a segurança pública é muito falha, e de altos índices de violência como passa nos jornais televisíveis todos os dias. Dessa forma, mesmo estando escrito na Constituição de 1988, que o Estado tem o dever de proteção pública, sendo assim, com tantos descasos de segurança, muitos preferem sua autodefesa mesmo não estando habilitado para isso.
Por conseguinte, deve-se observar todos os casos com prudência. Avaliar que ao se liberar o pote de armas estará dando acesso ainda mais a criminosos, e, também aumentará índices de mortes como em brigas domésticas ou no transito, como disse o deputado Marcelo Freixo em um debate ao vivo nas redes sociais.
Portanto, ao combate a liquidez nas relações citadas anteriormente, é imprescindível que medidas sejam tomadas. É necessário que o instituto do desarmamento seja reavaliado: intensificar a busca e apreensão de armas; junto com as Forças Armadas na fronteira do país; melhorar o salário de quem faz a segurança pública, além de preparar e capacitá-los; na escola deve-se ter aulas de como agir em casos conflitantes, pra livrá-los da rota do crime. Dessa forma fazendo valer o que está escrito na Constituição.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!