O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Na obra ''Memórias do Cárcere'', o autor Graciliano Ramos - preso durante o Estado Novo - relata os maus tratos, as péssimas condições de higiene e a falta de humanidade vivenciadas na rotina carcerária. Hoje no Brasil, o sistema prisional continua enfrentando os mesmos problemas, tornando necessária a tomada de novas medidas para resolver o impasse.
No entanto, a má estrutura na maioria das cadeias faz com que os presos lutem pela sobrevivência diária. Mesmo que estes vivam em regime fechado, a superlotação e deterioração das celas e, até, a falta de água potável provam a escassez do auxílio financeiro á integridade humana. Porém, se essa questão não for solucionada ao final da pena o detendo terá dificuldades de se reintegrar com a sociedade e tende a viver do trabalho informal ou até voltar ao crime.
Outro problema visível aos nossos olhos é a negligência em relação as péssimas condições de higiene do público feminino. A jornalista Nana Queiroz, autora do livro ''Presos que menstruam'' retrata a dura realidade de detentas que excluídas dos cuidados íntimos da mulher, sofrem com a falta de absorventes como também a ausência de acompanhamento ginecológico para gestantes. Esses aspectos contribuem para a proliferação de infecções assim como as DSTs (doenças sexualmente transmissíveis).
Portanto, a maneira que os detentos são tratados fere os direitos humanos. O Governo Federal deve investir na extensão de cadeias para evitar a superlotação e também usar carros pipas para suprir a carência de água potável. Além disso, o Ministério da Educação instituirá nos presídios atividades pedagógicas para auxiliar na reinserção dos indivíduos na sociedade. É dever de todos o direito a saúde pública, logo é obrigatório a presença de médicos e fiscalização desses cuidados, principalmente a saúde da mulher. Assim garantiríamos que as condições dos detentos não fossem enfrentadas de forma desumana.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!