O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

A doação de sangue no Brasil ainda é muito limitada, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) o país doa menos que outros da América Latina, como Argentina, Uruguai e Cuba. Nesse sentido, aspectos fazem-se pertinentes: a falta de conscientização, a herança cultural e os tabus acerca do assunto.
É extremamente atípico encontrar anúncios, palestras e até mesmo, incentivos nos centros educacionais a respeito da necessidade da doação sanguínea no Brasil; o país não exerce uma política capaz de instigar novos doadores.
Decorrente disso, o pequeno volume coletado está relacionado à cultura da Nação, o fato de nunca ter passado por grandes catástrofes como guerras ou desastres naturais, intrica na compreensão da necessidade desse ato, outrossim ainda é cercado por mitos.
Vários estigmas foram criados sobre o assunto, existem pessoas que acreditam que engorda ou que temem contrair doenças infecciosas durante a coleta, o que é agudamente errôneo, tendo em vista que não passam de lendas criadas pela sociedade. Desse modo, medidas fazem-se necessárias para solução da problemática.
Diante dos fatos supracitados, é dever do Estado criar políticas que incentivem a doação por meio de anúncios e palestras pelas cidades. É também preciso que as escolas estimulem os alunos desde os primeiros anos, visando à formação de doadores com responsabilidade social. Por fim, cabe a sociedade manter-se informada sobre a temática para o fim de tabus sociais.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!