O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Tema : A questão da xenofobia no Brasil

Segundo Émile Durkheim, existem relações sociais exteriores aos cidadãos que perduram no tempo e influenciam as atitudes dos indivíduos na sociedade. Assim, grande parte das populações alimentam ao longo do tempo concepções etnocêntricas e xenófobas a povos imigrantes. Dessa forma, embora haja legislações brasileiras que garantam os direitos dos estrangeiros no país, existem ainda muitos cidadãos que são hostilizados, uma vez que essa realidade apenas mudará quando os seres humanos se libertarem dessas influencias socioculturais preconceituosas.
É imprescindível considerar que, segundo a Secretaria dos direitos humanos, em 2015, houve um aumento de 633% de casos xenofóbicos no país. Isso porque, assim como proposto por Durkheim, as ideologias das sociedades são moldadas conforme o meio sociocultural em que o cidadão está inserido. Desse modo, os constantes discursos políticos nacionalistas e, muitas vezes, xenófabos, aliado ao forte receio dos indivíduos brasileiros em competir com os estrangeiros por trabalho e benefícios, reforça a ideia de que o imigrante é um inimigo para o desenvolvimento economico pessoal e da nação.
Outrossim,a dialética hegeliana nos mostra que a realidade muda quando o pensamento das pessoas se transforma. Em contrapartida a isso, a persistência dos casos de agressão aos imigrantes advém, por parte de uma sociedade, que mantém o desejo de defender os seus valores culturais (considerados, muitas vezes, superiores) e privilégios econômicos. No entanto, cabe salientar que o Brasil tem sua identidade formada pela miscigenação de diversas etnias. Logo, os ataques preconceituosos aos estrangeiros demonstra-se infundada e fundamentada, apenas, em concepções discriminatórias do senso comum.
Fica claro, portanto, que para reverter a lógica de Émile Durkheim, no que se diz respeito a transmissão de comportamentos xenófobos para as próximas gerações, faz-se necessário atitudes que combatam a causa dessas ações e não somente os seus efeitos. Assim, as escolas devem introduzir em suas disciplinas aulas que debatam sobre a pluralidade de etnias, e a importância sociocultural que o acolhimento desses indivíduos acarretam, a fim de que os cidadãos brasileiros, na contra mão das políticas nacionalistas e individualistas contemporâneas, possam se tornar mais tolerante e receptivo com os povos estrangeiros.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!