O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

A segregação racial no país tem causas históricas e culturais. Desde a implementação da colônia portuguesa, os negros eram escravos nessa parte da América Latina. Assim, tornou-se algo endêmico: contagiou relações sociais e, sobretudo, a mente dos brasileiros. Desse modo, percebe-se que o racismo é uma realidade atual brasileira. Nesse contexto, há dois fatores que não podem ser negligenciados, como a influência do preconceito sobre as crianças e o papel da mídia como formadora de opinião.
Em primeira análise, foi retratado na série Todo Mundo Odeia o Cris o preconceito racial que o menino sofria por parte da sua professora que o via como digno de piedade. Fora das telas, essa é uma realidade atual que gera violência, ódio e discórdia. Segundo Nelson Mandela: "Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor da sua pele. Para odiar, as pessoas precisam aprender, e se podem aprender a odiar, podem aprender a amar". Dessa forma, vê-se que a educação exerce papel fundamental para promover a igualdade e harmonia.
Ademais, convém frisar o casa da jornalista Maria Julia Coutinho da Rede Globo de televisão que foi vítima de comentários racistas na internet. Isso se dá pela falta de propagação da cultura afrodescendente e papéis, principalmente de protagonistas para atores negros nos meios de comunicação em massa. E quando existem, são usados esteriótipos preconceituosos, retratados como criminosos ou trabalhadores de subemprego. Diante disse, percebe-se que a mídia deve rever seus conceitos propagados.
Portanto, medidas são necessárias para resolver a problemática. Segundo Immanuel Kant: O ser humano é aquilo que a educação faz dele. Dessa forma, é imprescindível que o MEC insira o estudo dos povos africanos no currículo escolar e que seja discutido entre alunos e professores nas aulas de sociologia a influência do negro na sociedade e o seu legado cultural. Além disso, é essencial que o MC junto ao MinC incentive a população à produção artística de personagens por meio de discussões inovadoras, com fito de desconstruir a imagem estereotipada que difama o negro. Logo, poder-se-á afirmar que a pátria educadora oferece mecanismos exitosos para que a discriminação por raça seja combatida no Brasil.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!