O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

O grande mal da década.
Quando uma pessoa pensa em suicídio, ela quer matar a dor, mas nunca a vida. A frase do médico psiquiatra Augusto Cury deixa evidente que as pessoas quando pensam em cometer tal absurdo o fazem por não aguentar mais o sofrimento, não para se livrar da própria vida. Os grandes índices de jovens que vêm cometendo essa autodestruição cresceu consideravelmente nos últimos anos, podendo ter sido uma consequência de alguns fatores como a depressão e o bullying.
Como mostraram dados da OMS, Organização Mundia da Saúde, o Brasil é um dos países que mais tem pessoas com o quadro de depressão, podendo chegar a cerca de 10 milhões. Diante disso, e válido ressaltar que tal mazela é uma doença que atinge nossas emoções, a qual pode ser desencadeada por alguns motivos, por exemplo, a exclusão social. Algumas pessoas se sentem rejeitadas por terem alguns problemas físicos ou intelectuais e acabam se distanciando das pessoas, algumas vezes são humilhadas nas escolas, nas ruas e até mesmo dentro da família, podendo desenvolver esse mal.
Outrossim, vale mostrar que outro fator como o bullying pode tornar-se causa para alguns casos de suicídio, uma vez que segundo o IBGE, por volta dos 47% dos adolescentes sofrem diariamente esse tipo de agressão. Podemos denominar como ela como forma de violência física, quando seus agressores batem e machucam suas vítimas, ou verbal, quando são agredidos com palavras sendo a maioria das vezes publicamente, podendo tornar uma pessoa vingativa, como o caso de Wellington, autor do massacre de realengo, que sofreu com o bullying na época da escola, cresceu se vingou matando mais de 10 alunos de uma escola.
Sendo assim, e indispensável a adoção de medidas para combater o suicídio principalmente entre os jovens. Dessa maneira, cabe ao Ministério da Educação em parceria com as escolas implementar um plano de aula direcionado para abordar as causas e consequências da depressão e do bullying. além disso a escola deveria promover palestras ministradas por especialistas da área para alunos e pais. A mídia por sua vez, deverá fazer propagandas de incentivo ao combate ás diversas formas de agressões. Ademais, o Governo Federal junto com a Polícia deve tornas as leis contra essas e outras formas de hostilidade severa, punindo rigorosamente os agressores servindo de exemplo para os demais. Nesse contexto, os pais têm o papel fundamental de conversar com seus filhos a respeito do assunto, pois a maioria das vezes o que faz esses jovens chegares a extremos é a falta de informação e o apoio da família e dos amigos.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!