O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Um dos núcleos da novela Novo Mundo, retrata o cotidiano de uma comunidade indígena e sua luta por território e espaço na sociedade perante a coroa portuguesa. Fora das telas e atualmente, os índios continuam a lutar por seu lugar na sociedade brasileira. Nesse contexto, deve-se analisar a situação atual do índio brasileiro, assim como seus desafios.

A carta de Pero Vaz de Caminha, relatava os índios como um povo que precisava ser civilizado. Diante disso, anos de história transformaram essas pessoas em excluídos da sociedade. Uma pesquisa do portal G1 afirmou que a condição do índio brasileiro nunca esteve tão precaria como antes, isso pode ser afirmado através dos números de morte por território, o baixo número de terras indígenas no país, a alta taxa de suicídio entre jovens índios e a ausência deles em meios educacionais como escolas e universidades.

Além disso, a FUNAI (fundação nacional do índio) que garante proteção e demarcação das terras destinadas aos povos indígenas, vêm sofrendo sérios cortes do governo, o que impede que medidas novas e até mesmo básicas sejam realizadas pelo órgão. Ademais, a ausência cada vez maior da cultura indígena no Brasil vem intensificando o processo de ressocialização dessas pessoas, aumentando o preconceito e a falta de respeito aos povos.

Portanto, medidas são necessárias para resolver a questão do índio no Brasil. É preciso que o governo garanta verbas a instituições indígenas como a FUNAI a fim de garantir uma representação desses povos no senado e também da realização de projetos que façam valher direitos básicos como saúde, educação e segurança, além de novas demarcações de terras para eles. Outrora, o Ministério da Cultura em parceria com o Ministério da Educação deve realizar projetos socioculturais em escolas visando atribuir visões novas para as pessoas sobre os índios, destacando o respeito e a importância deles na sociedade.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!