O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Em 1950 durante o governo de Juscelino Kubitschek, houve um grande incentivo para a construção de rodovias e o aumento da frota automobilística, com intuito de industrializar e povoar o Brasil. Por conta disso houve uma rápida urbanização sem nenhum planejamento e o uso de veículos individuais em detrimento ao transporte público, esses dois fatores são os maiores desafios da mobilidade urbana no território nacional.

Em primeira análise cabe pontuar que o êxodo rural foi o grande responsável pela aceleração do processo urbanização no país. Comprova-se por meio de pesquisa realizada pelo IBGE entre o ano de 1980 e 2000, onde esse fenômeno contribuiu com quase 20% de todo desenvolvimento urbano do país. Esse fenômeno aconteceu por conta de medidas ineficazes tomadas pelos nossos governantes, onde não existiu um planejamento urbano e também por conta de uma distribuição fundiária injusta.

Ademais convém frisar que, a precariedade dos transportes públicos faz com que as pessoas optem pelo uso de um veículo individual como carro e moto, o que dificulta ainda mais a movimentação nas cidades. Uma prova disso é que a frota de carros cresceu 22% entre 2000 e 2010 de acordo com o IBGE. Com isso o transporte público está ficando cada vez mais sucateadas enquanto concorre de maneira injusta com os altos incentivos ao transporte individual motorizado.

Portanto, medidas são necessárias para atenuar a problemática. É imprescindível que o INCRA junto com a União, coloque em prática uma reforma agrária de forma mais rápida e eficiente com uma divisão mais igualitária de terras para que haja uma diminuição do fenômeno de êxodo rural. Além disso é essencial melhorar as características do transporte público de massa, com mais ônibus, metrôs e terminais. Outras formas são de os governos estaduais firmarem acordos com lojistas, no intuito de oferecer descontos para quem utilize bicicletas como meio transporte.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!