O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Tema : Como enfrentar o dilema da nomofobia no Brasil.

    Segundo o geógrafo Milton Santos, a revolução técnico científico-informacional permitiu o avanço tecnológico e o escoamento, dele, por todo o planeta. Entretanto, o aumento de eletroeletrônicos gerou um enorme impacto sobre a sociedade, o vício. Com isso, vários países do globo têm voltado suas políticas para atenuar essa problemática. No Brasil, no entanto, o problema ainda vem persistindo. Isso se evidencia não só pela autoexclusão do mundo real, mas também pela dependência da Internet.
    Sabe-se que em média no país, hj, a maioria dos cidadãos brasileiros possuem um smartphone. A partir disso, pessoas estão cada vez mais no mundo virtual da Internet do que no real, deixando de interagir socialmente com outras pessoas e até mesmo com a família. Assim, fica notório que o uso exagerado desses aparelhos, infelizmente, desperta uma certa vontade de está sempre acessando a web, haja vista que os utentes têm mais seguidores nas redes sociais online do que na vida cotidiana.
    Além disso, segundo o site BemMaisSeguro.com, 12% da população absoluta mundial já disse, em algum momento de suas vidas, que seus celulares são suas vidas. Com isso, podemos dizer que a dependência do telefone para o acesso à Internet é um fator pertinente para o aumento da problemática, haja vista que apenas 30% da sociedade, segundo o site G1, não tem medo de perderem seus smartphones e passarem um tempo sem acesso ao mundo virtual.
    Medidas, dessarte, devem ser postuladas para a solução da problemática. Segundo Nelson Mandela, a educação é a arma mais poderosa que o homem pode ter. Seguindo esse pensamento, as escolas poderiam incentivar seus alunos com aulas dinâmicas sobre o assunto em questão, como peças teatrais ou até mesmo gincanas voltadas para questões de relacionamentos interpessoais e o uso da Internet, com o fito de desenvolver um pensamento crítico autônomo sobre o tema. O Estado, em consonância com a mídia, poderiam promover uma campanha de "Um dia, o Brasil, zero Internet", ou seja, o país inteiro, em um dia de cada mês, ficaria sem acesso a web com a finalidade de estabelecer mais relações sociais e, quiçá assim, com o tempo, iremos construir um sociedade menos dependente do mundo virtual.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!