O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Nos dias atuais a sociedade se torna muito crítico em relação ao novo conceito de família, por ainda ter convicção de uma sociedade patriarcal e conservadora. Entretanto, é fato que esse paradigma está sendo profundamente modificado na sociedade brasileira.
Certamente, há muito tempo as famílias são concebidas pela lógica heteronormativa e heterocêntrica, portanto, considerando apenas a união de duas pessoas do sexo oposto que geram filhos. Contudo, as organizações familiares têm mudado drasticamente causando medo aos considerados tradicionais e/ou conservadores brasileiros, pois estes acreditam que as novas relações familiares podem prejudicar e eliminar a organização padrão de família.
Sobretudo, no Estatuto da Família é apenas considera como família cuja os núcleos são formados pela união de um homem e uma mulher. Nesse sentido, reforçando a intolerância ao direito de liberdade do indivíduo, a exclusão e preconceito às novas estruturas que têm surgido no Brasil, por exemplo aos casais homoafetivos, às mães e pais solteiros, aos divorciados, aos poliamorosos e às organizações mosaico.
Dessa forma, para que essa exclusão e preconceito acabe e consolide as modificações familiares é necessário o Governo Federal conscientize à população sobre importância do despeito as novas relações de família, por meio de campanhas e palestras nas escolas. Além disso, a mídia também tem seu papel fundamental nessa conscientização, que pode ser feita por meio da TV, principalmente, pela internet - pois tem maior alcance de público de todas as idades-. Paralelamente, o Poder Legislativo e o Poder Judiciário deve alterar os estatutos e as leis com o intuito de legalizar as novas organizações familiares, consequentemente, diminuindo e/ou eliminando o preconceito. Dessa forma, caminharemos a passos largos a igualdade e liberdade na sociedade brasileira.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!