O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

TEMA: A polêmica gestão da saúde pública no Brasil
A evolução da saúde pública no Brasil é indubitável, tendo em vista o período colonial onde a população só podia recorrer à crenças, mas com a instauração da república foram abertas escolas de medicina e atuação do Estado só se expandiu. Porém, mesmo havendo, hoje em dia, um sistema único de saúde que visa atender a todos, pode-se destacar várias falhas, confirmando-se assim, a desestrutura na gestão do dinheiro destinado ao combate e prevenção de doenças
Considerando dados do Jornal O Globo, o Brasil é o 10° país com maior concentração de renda do mundo, ou seja, a maioria da população depende do sistema público. Nesse cenário de enorme demanda, o que se vê são milhares de brasileiros nos corredores, ambulatórios e enfermarias do SUS, esperando, muitas vezes, por tempo indeterminado a solução adequada à cada caso.
Os motivos que levam tais pacientes a terem o direito à saúde violado podem ser explicados, principalmente, pela má administração. Isto é, há casos em que equipamentos hospitalares permanecem encaixotados, máquinas que não tem sala disponível para serem instaladas e, até mesmo, aparelhos que são enviados sem necessidade. Com isso, o senso comum de que "falta verba", na verdade, esconde o claro descaso no gerenciamento.
A partir disso, observando a atual crise financeira do Rio de Janeiro, em decorrência do despreparo dos governantes, os hospitais também sofrem graves consequências. Nesse sentido, a crise associada ao aumento da violência, transformou as casas de saúde em caos pela falta de médicos, insumos e medicamentos. Mesmo assim, com as emergências lotadas, não há ações eficientes que resolvam o problema.
É evidente, portanto, que o Governo deve tomar medidas baseadas em gestões que cumpram metas e mostrem produtividade, assim, a administração de hospitais por organizações sociais é uma forma plausível que vem mostrando resultados satisfatórios e pode ser disseminada ao longo dos estados. Ademais, ONG's em parceria com a mídia devem promover campanhas de desconstrução da ideia de que só é necessário cada vez mais dinheiro, mas sim, cobrar investimentos corretos na saúde.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!